Ciadescp adquire terreno para construção da sede

Ciadescp adquire terreno para construção da sede

Atualizado: Sexta-feira, 3 Dezembro de 2010 as 9:06

O projeto de construção de uma nova sede para o escritório central da Convenção das Igrejas Evangélicas da Assembleia de Deus de Santa Catarina e Sudoeste do Paraná (CIADESCP), começa a se tornar realidade com a aquisição de um terreno com mais de 17mil metros quadrados, localizado na entrada de Itajaí.

A compra aconteceu depois de se constatar que as conversações com a prefeitura não avançavam. Foram inúmeras reuniões entre os membros da Junta e representantes do executivo municipal.

Mesmo assim, a promessa de doação ou permissão de uso de um terreno que possibilitasse o investimento na construção da nova sede não ocorreu. Só restou então para Convenção, decidir pela compra de um terreno.

A partir daí, foi iniciada uma ampla pesquisa e analisado vários imóveis na cidade. Além do tamanho e do valor de mercado, a localização foi outro aspecto avaliado. Finalmente, encontrado o terreno, iniciou-se mais um período de negociações com os proprietários, até se chegar a condições favoráveis de pagamento, além de avaliação imobiliária e de toda documentação. Passada a etapa de conferencia dos aspectos legais e da viabilidade para o investimento, a Convenção decidiu fechar o negócio.

O terreno escolhido fica na Avenida Campo Novos em frente da faculdade Ifes, segundo especialistas no ramo imobiliário, sua localização é privilegiada por estar a poucos metros do viaduto de acesso da BR 101, na entrada da cidade e também na entrada de um dos maiores bairros de Itajaí, o que certamente mantém uma continua valorização no mercado de imóveis.

Segundo o Pastor Arcelino Vitor de Melo, presidente da CIADESCP, encontrar um terreno nestas condições foi uma verdadeira benção. “Estávamos orando neste sentido, e vimos à mão de Deus em todas as negociações. Cremos que foi uma grande aquisição e que nossa nova sede será construída em dos melhores locais de Itajaí.”

A Convenção passa agora para a etapa de estudos do projeto arquitetônico. A obra contará, além de salas para os setores do escritório, amplo espaço de auditório para realização de Assembléias Gerais.

veja também