“A ciência desistiu de mim, mas o poder de Deus me curou", diz homem que teve câncer

Joe teria de passar por oito sessões de quimioterapia, mas antes da terceira o câncer havia sumido.

fonte: Guiame, com informações da CBN News

Atualizado: Terça-feira, 24 Julho de 2018 as 2:24

Aos 55 anos, Joe descobriu que tinha um câncer de estágio quatro. (Foto: Reprodução)
Aos 55 anos, Joe descobriu que tinha um câncer de estágio quatro. (Foto: Reprodução)

Em março de 2012, Joe, de 55 anos, notou um edema anormal sob seu braço. Ele tinha a sensação de que era um sinal de algo pior. Após descobrir uma grave doença, ele permaneceu com sua fé em Deus, acreditando que a cura viria.

“Depois do banho eu sempre olho no espelho, procurando por carrapatos, porque temos muitos carrapatos na floresta aqui. E eu sempre olho minhas axilas. Em uma delas notei que havia um grande nódulo debaixo do meu braço esquerdo. Eu olhei para o outro lado e os comparei. Havia algo de errado", contou em entrevista para a CBN News.

Ele visitou seu médico para uma biópsia e foi diagnosticado com câncer de estágio quatro. A partir daquele momento, Joe teria apenas de 6 a 12 meses para viver. Apesar do relatório sério, Joe conseguiu permanecer em paz.

“Eu acho que a fé teve tudo a ver com isso. Há alguns meses antes disso eu estava orando e pedi a Deus que me mostrasse a Sua glória e que Ele glorificasse a Si mesmo através de mim de qualquer maneira que Ele desejasse. Então eu lembrei dessa oração.

Ele contou sobre sua doença para a esposa. Candy, e ela permaneceu com ele em fé e oração. Nos dias que se passaram, Joe ficou violentamente doente e, ao longo de vários meses, sua condição piorou gradualmente. “Acabei tendo febre alta, suava a cama duas ou três vezes por noite. Eu tinha calafrios e muitos dias ruins”.

O poder da oração

Diariamente, Joe e Candy eram encorajados pelas orações de familiares e amigos. “Começamos a agradecer a Deus pela cura e paramos de pedir a Ele que nos curasse”. Nos dois anos seguintes, Joe entrou e saiu do hospital. Seu intestino delgado se rompeu três vezes.

“É muita emoção, eu era uma pessoa muito ativa e rapidamente minha vida ficou em modo de espera. Essa foi a coisa mais difícil de lidar, o fato de que, de repente, toda a minha vida chegou a um ponto insuportável. Eu não teria aguentado isso sem a fé de minha esposa e suas orações”, ressaltou.

Após a terceira operação em seus intestinos, em 2013, os médicos disseram que ele não iria sobreviver e o liberaram do hospital. Recomendaram 6 a 8 tratamentos de quimioterapia. A essa altura, ele perdeu quase 20 quilos e dificilmente era reconhecido pelos outros.

“Recebi alta do hospital no dia 3 de dezembro de 2013. Eu disse a minha esposa naquele momento: ‘Querida, eu acredito que estou nas últimas. Eu não posso ficar mais magro que isso’. Três semanas depois eu acabei perdendo mais peso e já não podia mais andar”.

Cura completa

Joe começou a fazer quimioterapia e sua esposa disse que ouviu algo de Deus. Depois de apenas 2 sessões, Joe pediu que o tratamento parasse e eles continuaram orando por uma cura completa. Candy agendou uma tomografia, eles esperavam por um avanço.

"O médico virou-se e olhou para mim: 'Não há mais câncer em seu corpo'. Eu apontei para ele e disse: 'Eu sabia! Deus me disse, Ele falou comigo’”. Nos meses seguintes, o apetite de Joe voltou e ele começou a recuperar o peso saudável. Os registros médicos de Joe não mostraram sinais de câncer. Ele diz que há apenas uma maneira de explicar isso.

“O poder de Deus é a única coisa que me curou, porque a ciência desistiu de mim. Eles me mandaram para casa para morrer. Eles não podiam fazer mais nada por mim. Mas foi o poder de Deus que me ressuscitou e me deu outra chance”, finalizou.

veja também