Cimad comemora os 100 anos da chegada dos missionários ao Brasil

Cimad comemora os 100 anos da chegada dos missionários ao Brasil

Atualizado: Segunda-feira, 22 Novembro de 2010 as 10:19

No dia em que é comemorado os 100 anos da chegada dos missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren ao Brasil (19 de novembro), o culto de adoração a Deus na noite desta sexta-feira no Congresso Internacional de Missões das Assembleias de Deus (Cimad) teve como foco principal o desejo de fazer mais pela obra do Senhor.

Desde o início do trabalho, o pastor Temóteo Ramos de Oliveira, presidente da Convenção Fraternal das Assembleias de Deus do Estado do Rio de Janeiro (Confraderj) falou da importância e do empenho que todos os cristãos devem ter para cumprir o Ide de Jesus. Em seguida, o pastor anunciou a apresentação de um vídeo com uma convocação a todos os presentes a se colocarem à disposição para cumprir o chamado de Deus.

A leitura da Palavra foi feita pelo pastor Salatiel Fidélis, em Salmos 126, onde está inserido o tema do Congresso. O evento teve ainda a participação do Grupo de Louvor da Assembleia de Deus em Bonsucesso, liderada pelo pastor Jaime Soares, com hinos da Harpa cristã e louvores congregacionais; da Orquestra da AD Pantanal; e também do cantor Ozéias de Paula, que entoou os hinos Envia-me e o clássico Cem Ovelhas.

Pastor Jaime Soares foi convocado para orar ao Senhor entregando a vida do pastor José Satírio, que foi o preletor da noite. O pastor, que atua no trabalho missionário na Colômbia há mais de 35 anos, ministrou sobre o início do ministério de Jesus e o chamado dos apóstolos. Ele destacou que, as reações ao chamado do Mestre podem produzir um bom fim ou congelar e estancar o crescimento. "Não podemos esquecer que cada um de nós tem um papel importante a desempenhar na obra do Senhor. Você é necessário no grupo. O grupo onde você está não é completo sem você. Não podemos nunca nos esquecer disso!", enfatizou o pastor que, logo em seguida, convidou a todos aqueles que sentiam a necessidade de reaquecer a chama missionária em seus corações, para que fossem à frente para receber uma oração.

Ao final, após a apresentação de um vídeo sobre o avanço do Evangelho pelo mundo desde o Pentecostes e a chegada dos missionários suecos ao Brasil, teve início a cerimônia de comemoração. Com a entrada das bandeiras do Brasil, da Suécia e do Centenário das ADs, o diretor-executivo da Casa Publicadora das Assembleias de Deus, Ronaldo Rodrigues de Souza, chamou à frente os descendentes de Daniel Berg e Gunnar Vingren. A emoção foi grande no meio do público com a presença de Lars e Sueli Vingren, filhos de Ivar e netos de Gunnar Vingren; e também de Ann Sofi, filha de Débora Berg, e Dan Peter, filho de David Berg, netos de Daniel Berg. Os quatro foram homenageados com placas comemorativas.

Na sequência, as crianças que participaram durante todo o dia da programação Missões para Crianças encenaram a chegada dos missionários a bordo do navio Clement. Sob o comando da Tia Jô, vestidos a caráter, eles ainda representaram cada uma das nações onde o Brasil mantém missionários, em todos os continentes. Para finalizar, enquanto crianças vestidas de mensageiros entregavam marcadores de Bíblia alusivos ao Centenário, o público teve a oportunidade de ouvir uma gravação de Daniel Berg cantando o hino 196 da Harpa Cristã - Uma Flor Gloriosa.

Pastor Joel Freire, da Assembleia de Deus Ministério do Belém nos Estados Unidos, fez a oração de encerramento e convocou a todos para estarem presentes nos últimos dois dias de Cimad.

Por Sandra Freitas / Redação CPAD News

Colaboração Roberta Marassi

Fotos: Lucyano Correia

veja também