Clínica Adventista Belgrano ?cresce? para baixo

Clínica Adventista Belgrano ?cresce? para baixo

Atualizado: Terça-feira, 21 Setembro de 2010 as 10:30

Nem sempre melhorias pressupõem crescimento para cima. Podem ser para baixo também.  Apesar de estranho, é assim que avança a Clínica Adventista Belgrano, localizada em uma área nobre da capital argentina, e que agora enfrenta a dificuldade de vários empreendimentos situados em metrópoles. A Clínica Belgrano, fundada em 1959, atende a aproximadamente quase 10 mil pessoas por mês e recorreu ao subsolo para avançar com sua área física. Caso contrário, não conseguiria mais atender a demanda de pacientes que buscam uma estrutura moderna e com atendimento diferenciado, sobretudo na área espiritual.

  O diretor de Relações Institucionais da Clínica, Miguel Juste, conversou com a Agência Adventista Sul-Americana de Notícias (ASN) e explicou que as novas instalações estão sendo literalmente cavadas metros abaixo do primeiro piso e vão abrigar centros cirúrgicos, laboratórios, setor de esterilização e depósitos. Limitada pelo espaço, a Clínica Belgrano, no entanto, destaca-se por sua qualificação no atendimento de alta complexidade. Equipamentos de mais de 1 milhão de dólares compõem um dos únicos centros cirúrgicos latino-americanos com ressonância magnética aberta que permite uma maior precisão em intervenções neurológicas. Nesta área, são realizadas 15 cirurgias anualmente com ressonância.

Preocupação espiritual – Quando se passa pelos corredores, é impossível não perceber um dos diferenciais da Clínica. Não é apenas seu cuidado com a saúde física dos pacientes, mas espiritual também. Banners com mensagens bíblicas de esperança e belas composições com quadros falando dos oito remédios divinos podem ser vistos em todos os andares. Juste diz que, em 2011, a Belgrano vai desenvolver trabalho missionário nos arredores do bairro e levar mais do que palavras de consolo médico. A ideia é ensinar a Bíblia de maneira mais profunda e contribuir para a “plantação” de uma congregação adventista.

Curiosamente, antes de ser uma instituição de saúde, a Clínica Adventista Belgrano foi a primeira sede da Divisão Sul-Americana da Igreja Adventista até meados de 1955, quando, então, o espaço começou a ser utilizado para atender pacientes. Hoje possui 56 leitos, 180 médicos e 330 funcionários.  

veja também