Colégio Batista Brasileiro em Bauru lança selo de 25 anos

Colégio Batista Brasileiro em Bauru lança selo de 25 anos

Atualizado: Quinta-feira, 24 Fevereiro de 2011 as 1:03

Na década de 80, já sob direção do Prof. Dr. José Nemésio Machado, surgiu a possibilidade de abrir novas unidades do Colégio Batista no interior de São Paulo, expandindo assim a obra educacional dos batistas. A oportunidade surgiu na cidade de Bauru, onde já existia uma pequena escola, a "Escola Batista de Educação Infantil", criada em 1986 pela Igreja Batista Bereana, localizada na Rua Quintino Bocaíuva, 2-72, no centro da cidade, com apenas 32 alunos e encampada pelo Colégio Batista Brasileiro de São Paulo em 1989.

A professora de Educação Infantil da pequena escola, Moema Crisóstomo Guimarães Vargas, é convidada a ficar à frente da direção a partir daí.

DOAÇÃO Em 1990, a próspera Escola Batista de Educação Infantil muda-se definitivamente para o endereço atual, no Jardim Estoril, em terreno doado generosamente pelo Sr. Evaristo Gonçalves Silva, próspero fazendeiro da região e membro da Primeira Igreja Batista de Bauru na época. Desde então, sob a supervisão da Junta de Educação da Convenção Batista do Estado de São Paulo, o Colégio Batista de Bauru cresce em espaço físico e experiências pedagógicas. No início de 1991, implantou gradativamente o Ensino Fundamental, sob a direção da Prof.a Noêmia Neves por 6 meses. Em agosto do mesmo ano, assume oficialmente a função executiva de diretora, a Prof.a Moema C. G. Vargas. No ano de 1997, o Colégio Batista inicia o Ensino Médio (antigo 2º Grau), última fase da educação básica. Por ocasião do mestrado em Educação na Campbellsville University, de Kentucky - Estados Unidos, da diretora Moema Vargas, em 1998, assume interinamente a direção do CBB, a Prof.a Cleni da Silva.

ALGUMAS MUDANÇAS Em 2004, a diretoria geral dos colégios Batista de Perdizes, em São Paulo e de Bauru, passa para as mãos do Prof. Dr. Gézio Duarte Medrado. Logo a seguir, em 2006, após 20 anos de excelência à frente da direção do Colégio Batista de Bauru, a Prof.a Ms. Moema Crisóstomo G.Vargas assume novos desafios, transferindo à Prof.a Marili Silva - diretora pedagógica da unidade Perdizes naquela época - a direção interina da unidade de Bauru. Após poucos meses, a professora Marta Cristina Mello Soares recebe oficialmente a nobre missão de dirigir a unidade de Bauru desde então. Neste mesmo ano, visando maior unificação, nosso colégio passa a assinar Colégio Batista Brasileiro, assim como a unidade Perdizes.

CBB HOJE Considerada uma das maiores e mais respeitadas instituições de ensino de Bauru, o CBB segue escrevendo

sua história sem desviar-se dos princípios norteadores que sempre caracterizaram a excelência de seu trabalho educacional na formação integral de seus alunos.

Para comemorar os 25 anos do Colégio Batista Brasileiro em Bauru lança o selo comemorativo do ensino que tem mudado o futuro da cidade.  

veja também