Coluna - Pastor Marcelino Borges

Coluna - Pastor Marcelino Borges

Atualizado: Segunda-feira, 3 Março de 2008 as 12

"Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela. Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram." . Mateus 7:13-14

Ao pensarmos na vida espiritual não podemos deixar de evidenciar que nosso maior prazer está na eternidade, mesmo que muitas pessoas esquivem-se desse assunto, como a atriz americana Drew Barymoore, aquela que representou um dos papéis principais no filme "E.T. ? O Extra-Terrestre". Hoje ela está com quase trinta anos e afirmou há algum tempo: "Se eu morrer antes do meu gato dêem-lhe minhas cinzas para comer. Assim, pelo menos vou continuar vivendo através dele". A ingenuidade e ignorância a respeito da eternidade realmente são assustadoras!

Muitas pessoas buscam em Jesus o alívio para suas preocupações humanas e temporais, não que Jesus não possa abençoar essas áreas, Ele certamente abençoa, mas poucas pessoas correm até Jesus para perguntá-lo sobre a eternidade, se orientar, receber a certeza de que sua vida está seguindo rumo a estar com Ele na eternidade. A bíblia fala de um jovem que diante do Mestre, perguntou-lhe: "Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna?" Pense, quantas vezes você tem-se aproximado de Jesus e se preocupado com a sua situação na eternidade?

Faz-se necessário posicionarmos espiritualmente diante de Deus, hoje. Estar na presença de Deus e almejar a vida eterna devem ser o estímulo essencial da nossa vida.  Achar esta posição faz a diferença entre a vida e a morte.

Assuma sua responsabilidade. Observem o que aconteceu com Adão e Eva, por exemplo, quando precisaram se posicionar espiritualmente diante dos preceitos de Deus infelizmente não se esforçaram pela vida, mas caíram no pecado e a conseqüência disso foi receberem a morte. Quando Deus vem até eles faz-lhes a seguinte pergunta: "que foi que você fez?" (Gn.3.13). O mesmo aconteceu com Caim que após ter comedido o assassinato do próprio irmão Abel, Deus lhe pergunta: "o que foi que você fez?" (Gn.4.10).  Note bem, Deus espera de você um posicionamento espiritual que o conduza a vida e essa é sua responsabilidade diante de d?Ele hoje.

Prefira andar com Deus, hoje. Conheça Enoque, a bíblia registra assim: "Enoque andou com Deus 300 anos... Viveu ao todo 365 anos. Enoque andou com Deus; e já não foi encontrado, pois Deus o havia arrebatado" (Gn.5.23-24). Esse é um grande exemplo de posicionamento espiritual para por todos os dias e anos seguidos, andando com Deus. Conheça também Nóe: "Noé era homem justo, íntegro entre o povo da sua época; ele andava com Deus" (Gn.6.9). Perceba a expressão: entre o povo de sua época, creio que é isso que Deus requer de todos nós hoje. Prefira andar com Deus.

Siga pelo caminho apertado. Jesus deixou claro em sua mensagem a postura que espera de nós. Ele disse a seus discípulos: "Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me" (Mt.16.24). Jesus disse a multidão: "Então, convocando a multidão e juntamente os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me" (Mc.8.34). Por fim, Jesus disse a todos: "Dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me" (Lc.9.23). O caminho é apertado, mas é o caminho que conduz a vida. E Jesus tem o maior prazer em tê-lo por perto, observe o texto: "Se alguém me serve, siga-me, e, onde eu estou, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, o Pai o honrará" (Jo.12.26).

Estreita é a porta e apertado o caminho que conduz a vida. Jesus certa feita disse: "filhos, como é difícil entrar no Reino de Deus" (Mc.10.24). Portanto, o melhor a se fazer hoje é se posicionar espiritualmente por andar com Deus. No Evangelho de Mateus 7 aprendemos que devemos construir nossa vida, nossa casa sobre fundamento sólido, sobre rocha para que os embates na vida, os convites do mundo não encontre brechas para lhe destruir. Lembre-se fora de Deus não há nenhuma forma de prazer, "porque Deus dá sabedoria, conhecimento e prazer ao homem que lhe agrada" (Eclesiastes 2.26). A expressão "prazeres do mundo" na verdade não existe, deve-se nominar como "horrores, desprazeres do mundo", pois não o conduzirá a vida. É certa a expressão cunhada pelo Rev. Hernandes Dias Lopes: "toda maça que o diabo lhe oferece é bonita, mas tem bicho". Estreita é a porta e apertado o caminho e é o único que te conduz a vida.

A porta que conduz a vida é Jesus. "Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá, e achará pastagem" (Jo 10:9). Na salvação ocorre a regeneração ato divino ao nosso encontro. É o ato de sermos resgatados. Na regeneração, Deus muda o nosso coração de pedra, insensível, e nos dá um coração de carne. Deus muda as disposições íntimas da nossa alma. O Espírito Santo planta em nós a divina semente e nascemos de cima, do alto, de Deus. Também, ocorre A mudança da vida ? conversão. A conversão é a demonstração externa e visível daquela mudança interior operada pelo Espírito Santo. Ninguém pode se considerar convertido a menos que sua vida revele mudança. Quem está em Cristo é nova criatura. A conversão tem dois elementos, um negativo e outro positivo. O negativo é o arrependimento e o positivo é a fé. Primeiro o homem arrepende-se de seus pecados, depois ele confia em Cristo. Somente uma pessoa perdida deseja ser encontrada. Somente uma pessoa doente deseja ser curada. Somente uma pessoa que tem consciência do seu pecado, tem pressa de encontrar o Salvador. A conversão não é apenas mudança de hábitos e costumes. A conversão não é apenas a adoção de práticas religiosas. A conversão não é apenas mudar de religião. Ninguém é automaticamente convertido por nascer num país cristão, por pertencer a uma família cristã ou ser membro de uma igreja cristã. A conversão é uma experiência profundamente pessoal e intransferível. Ela é uma mudança íntima cujos reflexos se tornam evidentes e notórios.

A porta estreita tem nome: Jesus. "São poucos...", eu espero que essas palavras encontrem guarida em seu coração. Pois hoje Jesus lhe diz: "Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida" (Jo 5:24). Aproveite sua vida no apertado caminho que conduz a vida!

Em Cristo,

Marcelino C. Borges é pastor, natural de Coromandel (MG). Casado com Daniela R. Satler Borges, pai de Miguel Satler Borges. Fez curso de bacharel em Teologia no Seminário Teológico Presbiteriano "Rev. Denoel Nicodemos Eller". Professor de teologia bíblica e teologia contemporânea no Seminário Teológico Betesda. Pastor da Igreja Presbiteriana de Barcelona ? Serra/ES desde 2002.

Contatos: www.pastormarcelino.com

[email protected]

veja também