Colunista da Folha diz que Rede Globo vai aplacar uma 'ira santa' na aproximação com evangélicos

Colunista da Folha diz que emissora vai aplacar uma 'ira santa'

Atualizado: Segunda-feira, 26 Novembro de 2012 as 11:29

 

Tony Goes, colunista da Folha de S. Paulo, publicou um texto em que aborda a polêmica aproximação da Rede Globo com os evangélicos.
 
Na nota, ele classifica a atitude de 'aplacar ira santa', já que a emissora dará espaço a uma religião específica.
 
 
"Justamente para aplacar a ira santa desses setores que a Globo transmitirá em dezembro mais uma edição do festival "Promessas", de música gospel. Além disso, como informou Keila Jimenez, a cúpula da emissora tem se reunido com lideranças evangélicas, para estreitar os laços com uma comunidade que não para de crescer no Brasil.
 
Não é novidade que muitos pastores atacam a Globo de seus púlpitos. Dizem que ela prega a dissolução dos costumes, ao mesmo tempo em que funciona como uma ponta-de-lança disfarçada da Igreja Católica. A recente ameaça de boicote à novela "Salve Jorge" reuniu todos esses ingredientes."
 
Goes cita os personagens 'gospel' colocados nas tramas globais e os grupos contratados pela 'Som Livre', gravadora das marcas Globo.
 
Ele também critica a falta de unificação entre os próprios evangélicos, fazendo uma possível referências às polêmicas brigas entre denominações.
 
Para o colunista, vem briga boa por aí.
 
"O que isto quer dizer? Que vai diminuir o número de personagens homossexuais nas novelas? Que as periguetes vão trocar os shorts minúsculos por mangas compridas e saias até o chão? Ou é só diplomacia?
 
Vai ser interessante acompanhar a evolução dos acontecimentos, pois mesmo entre os evangélicos não há um pensamento unificado. São muitas as correntes.
 
Também quero ver a reação do resto da sociedade, que já mostra sinais de desconforto com a intromissão do conservadorismo religioso na vida comum - haja visto o resultado da eleições em São Paulo. Vem uma briga boa por aí."
 
 
com informações da Folha de S. Paulo
 

veja também