Com escola interditada, alunos terminam ano em igreja evangélica

Com escola interditada, alunos terminam ano em igreja evangélica

Atualizado: Quarta-feira, 8 Dezembro de 2010 as 8:38

Há dois meses e meio, a Emeb (Escola Municipal de Educação Básica) Monsenhor Victor Ribeiro Mazzei aguarda, da Secretaria da Educação, reparos em três salas que estão interditadas desde o dia 23 de setembro, por conta de problemas na estrutura do telhado.

Devido à interdição, até quarta-feira passada (1º), 75 alunos tinham que assistir aulas de maneira improvisada em uma sala de informática da escola e em outras duas emprestadas por uma igreja evangélica nas proximidades da Emeb.

Com a proximidade do encerramento do letivo e a aprovação antecipada de outros estudantes da escola, desde o dia 1º de dezembro os estudantes que estavam improvisados vêm sendo acomodados em outras salas não interditadas da escola.

Ontem, a Folha da Região foi procurada por pais de alunos revoltados com a situação e preocupados com a segurança dos filhos. A interdição, segundo apurou a reportagem, se deve ao fato de o telhado de duas salas de aulas ter cedido, colocando em risco a integridade dos estudantes.

veja também