Com o Espírito Santo não tem chororô

Com o Espírito Santo não tem chororô

Atualizado: Quinta-feira, 23 Agosto de 2012 as 8:44

Em João 14:26 O Epírito Santo é chamado de Consolador.

O bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, publicou em seu blog um texto com o título 'Não tem chororô...'

No texto ele fala justamente sobre o papel que o espírito santo exerce de não lamentar as dificuldades da vida.

Confira a publicação na íntegra:

"Ter o Espírito de Deus significa ter o Mesmo Espírito que o Senhor Jesus tinha.

Se alguém deseja saber mesmo se tem ou não o Espírito Santo, basta olhar-se no Espelho do Evangelho, isto é, na vida de Jesus e de Seus discípulos.

Por exemplo, você encontra no Novo Testamento, especialmente após a descida do Espírito Santo, algum servo de Deus reclamando, lamentando ou choramingando por sua situação, seus problemas pessoais, sua vida sentimental, familiar ou até mesmo econômica?

Duvido!

Somente os iludidos ou enganados pelos espíritos enganadores vivem a lamentar a má qualidade de vida.

O recebimento do Espírito Santo não significa imunidade de problemas.

Jesus avisou: “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em Mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; Eu venci o mundo.” João 16.33

Quer dizer, mesmo sendo nascido e cheio do Espírito Santo, Jesus e Seus verdadeiros discípulos tiveram de enfrentar enormes problemas... Mas eles os venciam dia após dia.

Eu não consigo ver nenhum deles murmurando ou reclamando com os outros seus problemas pessoais.

O recebimento do Espírito Santo dá condições de vencer o mundo e não viver num mar de rosas.

Quem foi selado com o Espírito de Deus tem força, poder, vigor espiritual para resistir às tentações, suportar os trancos da vida e permanecer firme até a morte.

O Espírito de Deus não vem para nos dar dom de línguas, mas para capacitar-nos para enfrentar o inferno, o mundo, os inimigos da fé, os falsos irmãos, os hipócritas, as injustiças, as perseguições e tudo o mais sem lamentos, lamúrias, queixumes ou chororô... E, ainda assim, continuar firmes até a morte."

Leia também:

"Que o mundo diga que Jesus não foi feliz morrendo naquela cruz", diz Juliano Son

"Não seja cachorrete, não distribua a tua sexualidade", aconselha Sarah Sheeva

veja também