Comédia brasileira satiriza pastores evangélicos, dizímos e ofertas

Comédia brasileira satiriza pastores evangélicos, dizímos e ofertas

Atualizado: Segunda-feira, 21 Novembro de 2011 as 10:34

O pastor resiste em entregar a bolada do dízimo aos assaltantes com o seguinte argumento: “Este dinheiro é para pagar os pecados do povo. Como é que depois vou explicar para o povo que ele não vai mais para o céu?”

O pastor é da Igreja da Graça Pedrinhas de David, uma denominação fictícia do filme “Um assalto de fé”, que entra em cartaz em dezembro.

É uma comédia que satiriza os pastores evangélicos que vão fundo não na alma dos fiéis, mas nos bolsos. São os "homens de Deus" que no filme e na vida real apelam a recursos de oratória e chamam pastoras-mirins. No filme, há um “pastor star”, o Rick, que é interpretado pelo cantor Falcão.

O líder dos assaltantes é o Galinha Preta (interpretado por Alexandre Carlos, vocalista da banda Natiruts). A comparsa e prostituta Nildinha (interpretada por Cibele Amaral) busca redenção porque comeu uma oferenda de santo.

Cibele, que também é a diretora do filme, disse que as referências às crenças de afrodescendentes mostram que a comédia não mira apenas nas igrejas evangélicas.

"O grande barato da comédia é quando temos disposição para rir de nós mesmos", disse.

Assista ao trailer:       Com informações de Paulo Lopes

veja também