"Compaixão" é a direção de Deus para as igrejas da visão celular no modelo dos 12 em 2009

"Compaixão" é a direção de Deus para as igrejas da visão celular no modelo dos 12 em 2009

Atualizado: Segunda-feira, 26 Janeiro de 2009 as 12

Por Adriana Amorim

Na última quinta-feira, dia 22 de janeiro, o café de pastores da visão celular no modelo dos 12, aconteceu na igreja El Shaddai, no bairro do Ipiranga, em São Paulo.O encontro trouxe a mensagem para o ano de 2009 de todos aqueles que estão sob a cobertura espiritual do ministério.

A palavra da manhã foi ministrada pelo apóstolo Fábio Abbud. Ele iniciou apontando que cada ano é uma oportunidade de edificação e restauração: "Um novo ciclo para que Deus cumpra em nossas vidas os seus propósitos". No final de 2008, o líder dedicou dois dias ao jejum e à oração e a resposta foi a direção para o novo ano: compaixão. Ele citou a passagem bíblica de Mateus 5:38-48, onde Jesus opõe-se a afirmação "olho por olho" e fala em amor aos inimigos: "Amai a vosos inimigos e orai pelos que vos perseguem".

Segundo Abbud, cada ano é governado por uma orientação de Deus. Para 2009, o Senhor falou em amor: "Nós tivemos o ano do descanso em 2007, tivemos o ano da intercessão, que foi o ano de 2008, todas as palavras foram basedas em profetas como Ageu, Daniel, mas esse ano Deus nos guiou por uma palavra que é do profetas dos profetas, o maior de todos eles". O resultado desse amor às vidas, de acordo com o apóstolo, será o aperfeiçoamento daqueles que querem tornar-se semelhantes a Cristo: "Sede vós, pois, perfeitos, como perfeito é o vosso Pai que está nos céus" (Mateus 5:48).

Um amor que é forma de batalha espiritual: "Uma arma desconhecida pelo diabo. Ele é um ser totalmente desprovido de misericórdia, e por não conhecer o amor, este torna-se uma arma secreta, que o derrota completamente [...] Amar uma vida carente, necessita, envolvida por drogas [...] ", expôs o apóstolo. Ele falou em dons espirituais como o de línguas e o de cura, e declarou: "Nesse ano, você vais ser batizado com o dom supremo, o amor".

A ministração abordou ainda o fato de muitos pastores sentirem que já desempenharam seus papéis como discípulos de Cristo, "aposentados no evangelho e na fé". Fábio Abbud estimulou os líderes que assistiam a pregação, a desejar que seus ministérios cresçam e que suas vidas sejam mais úteis para o Reino: "o mundo está aí morrendo, sofrendo, perdido, descendo ao inferno, porque ninguém falou que Jesus Cristo ressuscitou". E apontou que é necessário primeiramente humilhar-se para depois ser reconciliador de vidas: "Nós não podemos falar para nossos discípulos amar seus familiares se nós não amamos os nossos".

A pedido de Abbud, os pastores expressaram contentamento e fé nas profecias para o ano de 2009. "Não deixe a incredulidade tome conta da sua mente nessa hora", disse Abbud. Para ele, amar mais significa também receber mais de Deus: "Você vai conquistar mais, vai prosperar. Amando mais você vais ser mais agradável aos olhos de Deus. Pergunte para a pessoa que está do seu lado: 2008 foi bom para você? E responda: 2009 será muito melhor".

Ainda profetizando, o apóstolo falou: "Em 2009, a pessoa que te perseguia irá converter-se ao Senhor e as situações que te oprimiam, te faziam sentir-se cativo, oprimido, limitado, te libertarão. De repente você está livre. Foi quebrado seu cativeiro". A seqüência veio em forma de um grande "amém". Ele afirmou que o apóstolo Paulo, um homem que antes tinha um coração duro para o Evangelho, transformou-se em um dos melhores discípulos de Jesus, tendo sido aquele que não acompanhou a trajetória de Jesus como os outros 12. "2009 é o ano da conversão de muitos Saulos", declarou Abbud.

Fábio Abbud disse que as barreiras espirituais devem ser vencidas em amor no ano de 2009, assim como Jericó precisou ser superada para a conquista da terra prometida. Ele alertou, no entanto, que é necessário praticar o que se prega e não ser "hipócrita": "2009 é o ano do aperfeiçoamento, é o ano da compaixão. Deus vai ter compaixão de você e você vai ter compaixão de todos os que precisam". Ao final, a vibração da liderança que estava no café da manhã na igreja El Shaddai, mostrava sinais da liberdade em Cristo profetizada para 2009.

Fotos: Getúlio Camargo

veja também