Complexo do Alemão: "O clima está muito melhor" projeta pastor Jessé Santos

Complexo do Alemão: "O clima está muito melhor" projeta pastor Jessé Santos

Atualizado: Quarta-feira, 15 Dezembro de 2010 as 9:56

A redação do EXTRA ganhou quatro rodas e está a todo vapor. A Unidade Móvel (UM) saiu às ruas, nesta segunda-feira, pela primeira vez, pronta para dar voz aos leitores. A primeira empreitada foi no Complexo do Alemão, recentemente pacificado pela polícia e pelas forças armadas.

A UM foi à creche comunitária Lar de Rebeca, na comunidade Nova Brasília. Cerca de 50 crianças receberam 200 garrafas de Guaraviton (patrocinador da Unidade) 50 cestas básicas do Prezunic e 50 bolos da Cafeína. Tudo isso das mãos de Dudu Nobre.

O sambista observou que, com a paz alcançada, muito ainda tem que ser mudado na vida da comunidade.

— A criançada ainda está meio apreensiva, se acostumando a uma nova realidade. Temos que ensiná-los a pescar, e não apenas dar o peixe — afirma, confiante de que a situação, agora, vai ser diferente: — Circulo em todo o Rio de Janeiro, mas há dez anos não passo na Itaóca ou na Itararé, sendo que fui criado bem perto daqui. A gente tem que dar a cara. Tem muita gente boa aqui.

Momento de tietagem Na hora de entregar as doações para a criançada, Dudu mal conseguia se mexer: os pequenos o puxavam pelas pernas e pelos braços, em uma grande manifestação de carinho. Para o pastor Jessé Santos, presidente da creche, a comunidade ainda carece de atenção, sobretudo na área da educação.

— Procuramos cuidar das crianças em tempo integral. Preenchemos uma lacuna do poder público. É necessário investir nos pequenos sempre — avalia o educador.

Mas quando o assunto é o futuro, Jessé tem esperança de que dias melhores virão para as crianças do Complexo do Alemão. E elogia a iniciativa do EXTRA, a parceria das empresas e a presença de Dudu Nobre.

— O clima está muito melhor. A prova disso é estarmos recebendo uma celebridade como o Dudu Nobre. É importante que o mundo saiba que o Complexo do Alemão tem coisas boas. No futuro vamos ver fruir grandes artistas e doutores — projeta o pastor.

Analista de marketing do Prezunic, Kátia Silveira se emocionou com o contato com as crianças:

— Procuramos atender ao máximo de pedidos de apoio. E aqui no Alemão, dá para ver claramente que estas crianças precisam do nosso carinho.  

veja também