Concorrência gera crescimento? - por Nívea Soares

Concorrência gera crescimento? - por Nívea Soares

Atualizado: Sexta-feira, 12 Julho de 2013 as 7:46

concorrência"Dei- lhes leite, e não alimento sólido, pois vocês não estavam em condições de recebê- lo. De fato, vocês ainda não estão em condições, porque ainda são carnais. Porque, visto que há inveja e divisão entre vocês, não estão sendo carnais e agindo como mundanos?"
1ª Coríntios 3: 2, 3
 
Deus quer que sejamos filhos maduros, crescidos, que não se deixam levar por disputas e partidarismos, mas que se alegram com a vitória de outros. 
 
É estranho, mas é possível ter anos de convívio numa igreja cristã e ainda assim, continuar tão raso no que diz respeito a Deus, sua palavra e o convívio com o próximo. Se não conseguimos adorá-lo com nossas vidas, escolhas e relacionamentos é porque não o conhecemos na intimidade e não sabemos quem somos nele. É triste perceber esta mesma realidade em algumas lideranças também, onde o ministério passou a ser apenas uma forma de se impor e obter vantagem sobre outros. Esta conduta em nada se parece com a do Rei Jesus que é manso e humilde de coração. Ele é chamado de "servo".
 
Secularmente se diz que a concorrência gera crescimento. Mas o Reino de Deus não caminha com base em invejas e concorrência. Caminha pelo amor, cooperação e serviço. O maior é aquele que serve.
 
Quando somos crianças, somos naturalmente egocêntricos, mas com a correção dos pais e à medida em que o tempo passa, aprendemos que o mundo não gira à nossa volta e que precisamos respeitar o direito do próximo. 
 
É tempo de crescermos! Aos filhos maduros Deus confia coisas preciosas e segredos profundos do seu coração. É tempo de aceitarmos a correção de Deus em nossas vidas. Que ele nos dê um coração humilde e tratável.
 
Que Deus nos ajude a caminhar em amor, sujeição, cooperação e serviço uns aos outros!
 
 
- Nívea Soares
 
 

veja também