Congresso Estadual da Visão Celular reúne 38 igrejas em Americana

Congresso Estadual da Visão Celular reúne 38 igrejas em Americana

Atualizado: Segunda-feira, 25 Agosto de 2008 as 12

Da Redação

Nos últimos dias 22 e 23 de agosto, a cidade de Americana (SP) pôde receber o Congresso Estadual da Visão Celular. Líderes celulares de várias regiões do País tiveram a oportunidade de ouvir ministrações de apóstolos como Renê Terra Nova, Eurípedes Sousa,  Fábio Abbud, entre outros. Desta vez, o local escolhido para a realização do evento foi o Palácio das Indústrias da FIDAM (Feira Industrial de Americana).

O Congresso tem sido realizado anualmente no Estádio da Portuguesa, na capital paulista. Porém, em 2008 o evento foi levado para o interior do Estado. Em entrevista exclusiva ao Portal Guia-me , um dos pioneiros na implantação do ministério no Brasil, o apóstolo Renê Terra Nova, falou sobre esta mudança. ''O nosso primeiro congresso oficial foi realizado aqui. Este momento foi estratégico para que as igrejas do interior pudessem vir. O interior tem uma barreira de ir para a capital. Também há uma dificuldade de arranjarmos algum espaço que nos acomode na capital.'', afirmou o ministro.

Crescimento

Trazida ao Brasil em 1998, a Visão Celular no modelo dos 12 tem sido adotada por grande número de igrejas evangélicas no País. O projeto consiste na conquista de pessoas para Cristo por dúzias, colocadas como gerações. Assim se dá a multiplicação do evangelismo. Renê Terra Nova lembrou que, apesar da conquista de gerações, a consolidação do modelo é importante para aproximar o discípulo de seu líder. ''Quando eu digo que o indivíduo é o meu discípulo número 20.736, automaticamente há um efeito psicológico de afastamento. Ele não vai querer se aproximar de mim, se é o meu 20.736. Mas se ele é o meu discípulo número 12, e esse é o modelo, ele tem que estar perto de mim. Ele é o meu 12 da quarta geração'', afirmou.

Segundo o apóstolo Fábio Abbud, a visão celular lhe apareceu como resposta de oração. ''Nós estávamos pedindo a Deus um modelo de trabalho para consolidar a igreja, para trazermos qualidade de vida cristã à igreja, discípulos santos, membros consolidados, comprometidos com o trabalho e também com o crescimento da igreja, ilimitado, no qual a gente pudesse crescer sem perder pessoas. Quando estávamos orando e jejuando por isso, Deus respondeu, nos enviando um convite para participarmos do primeiro congresso da visão celular, há nove anos, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo'', relatou o líder da Igreja El Shaddai, que desde que adotou o modelo, já está em sua terceira geração de discípulos.

Segundo a pastora Márcia Souza, a visão celular tem se apresentado como um mover de Deus em sua igreja. Líder do Ministério MIR Manaus, juntamente com seu marido, o pastor Eurípedes Souza, a ministra demonstrou satisfação em falar dos resultados do modelo em sua comunidade. Ela enfatizou as oportunidades que o Fruto Fiel (congresso regional que segue a visão celular) tem proporcionado a seus discípulos. ''Nós vemos ali o mover de Deus no Fruto Fiel. Todos os meses nós levamos os nossos discípulos para o Fruto Fiel e é uma grande alegria em toda a igreja. Nós temos visto discípulos que eram sem expressão e hoje são líderes que sabem falar bem, ministram, realizam congressos, nos ajudam a realizar eventos. Esse mover no nosso ministério tem sido uma estratégia que Deus tem, à partir do MIR, derramado no Brasil e nas nações da Terra'', declarou.

Fotos: Getúlio Camargo

veja também