Congresso Nacional homenageia os 70 anos de Conselho Evangélico

Congresso Nacional homenageia os 70 anos de Conselho Evangélico

Atualizado: Sexta-feira, 26 Novembro de 2010 as 9:08

O presidente do Conselho Nacional Evangélico do Peru (Conep), pastor Darío López Rodríguez, disse, no fórum organizado pelo Congresso nacional, na terça-feira, 23, para comemorar os 70 anos de vida da organização, que “não assunto mais evangélico do que lutar contra a pobreza”.

O fórum foi aberto pela congressista evangélica Alda Mirta Laço de Hornung, da Restauração Nacional. Lazo de Hornung ressaltou a institucionalidade do Conselho "em tempos em que precisamos de instituições sustentáveis”. Durante a cerimônia, Darío López recebeu Diploma de Honra pela passagem dos 70 anos de existência da organização.

O fórum contou com as conferências do historiador Juan Fonseca Ariza, da Igreja de Deus, e do sociólogo Federico Arnillas, presidente da Mesa de Acordo de Luta contra a Pobreza, órgão de diálogo entre organizações estatais e a sociedade civil, do qual o CONEP faz parte.

Fonseca recordou que no início do século XX o incipiente protestantismo peruano, em aliança com movimentos sociais, indigenistas, estudantis e liberais, apoiou um regime mais aberto à sociedade. Depois descreveu a etapa em que o evangélico se tornou "mais nacional que anglo-saxão", contexto em que surgiu o CONEP, em 1940.

O Conselho, destacou, teve uma participação social importante durante a época da violência política entre 1980 a 2000. Fonseca anotou alguns desafios para a igreja evangélica no Peru, como a aprendizagem de convivência social numa sociedade secular, o ecumenismo, a inclusão do protestantismo na memória histórica peruana, e a responsabilidade do movimento evangélico para construir "uma sociedade justa para todos".

Federico Arnillas ressaltou o testemunho do CONEP e sua presença missionária no meio do conflito interno, e reconheceu o aporte do Conselho no Acordo Nacional.

veja também