Consciência Cristã contribue para a economia local, diz presidente do Sindcampina

Consciência Cristã contribue para a economia local, diz presidente do Sindcampina

Atualizado: Terça-feira, 1 Março de 2011 as 11:25

Todos os anos a Consciência Cristã atrai à Campina Grande uma forte demanda de turistas do mais diversos locais do país. O evento está na sua 13ª edição, que será realizada de 2 a 8 de março e desponta no cenário turístico da cidade como um dos maiores acontecimentos. O grande fluxo de turistas que circula na cidade durante os sete dias do evento contribue consideravelmente para o aquecimento econômico do município na opinião do presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Campina Grande e Interior Sindcampina, Divaildo Bartolomeu de Lima.

Segundo Divaildo, “a Consciência Cristã, com sua organização e objetividade nos temas apresentados em sua rica programação, tem conquistado um público que proporciona ao setor um aquecimento considerável em termos de ocupação em hotéis, como na freqüência aos estabelecimentos na área da gastronomia, conseqüentemente circulando nos demais setores do comércio, como supermercados, postos de gasolina, panificadoras, taxis, artesanato, etc.”

Durante este período, o Sindcampina tem preparado uma programação diferenciada para atender ao público visitante, “alguns hotéis estão com uma programação especial, desde a apresentação de grupos folclóricos a passeios previamente organizados a pontos turísticos de nossa cidade e região”, explica Divaildo. Algumas novidades estão sendo também preparadas na área da gastronomia, os principais restaurantes estão com uma culinária peculiar. Divaildo ainda ressalta que a Consciência Cristã trouxe maiores contribuições para a cidade - “considerando a não existência dos festejos carnavalescos com toda sua potencialidade, a Consciência Cristã com o seu crescimento de ano para ano, tem suprido economicamente a lacuna até então existente e aquecido satisfatoriamente os demais setores envolvidos.”

Ainda no âmbito comercial, a Consciência Cristã provoca maiores contribuições na economia da cidade, como por exemplo, “o surgimento de novos estabelecimentos na área da gastronomia, necessidade da qualificação da mão de obra envolvida no atendimento, geração de novos empregos, além de movimentação em diversas áreas, como jornalismo, publicidade, administração, guias de turismo, taxistas, recepcionistas, garçons, entre outras, cita o presidente do Sindicato.

A Consciência Cristã 2011 conta com 38 preletores, 112 palestras, 19 eventos paralelos, além das sete concentrações noturnas. A participação é gratuita, aberta para o público em geral e não precisa fazer inscrição.

veja também