Conselho de Pastores de Três Lagoas - MS homenageia autoridades

Conselho de Pastores de Três Lagoas - MS homenageia autoridades

Atualizado: Quarta-feira, 8 Dezembro de 2010 as 2:33

Em solenidade na noite de  ontem (7), no plenário da Câmara Municipal, o Conspat (Conselho de Pastores de Três Lagoas - MS) homenageou personalidades três-lagoenses, em reconhecimento ao “esforço e dedicação” para com o município. Os homenageados foram a prefeita Márcia Moura, a vice-governadora eleita Simone Tebet, o comandante do 2º BPM (Batalhão de Polícia Militar), Major Monari; o capitão Paulo e o pastor José Benedito.

Dedicando a homenagem - uma placa de prata com reflexão bíblica - a todos os integrantes do batalhão, o major Monari disse que apesar do ano difícil, “graças a Deus, ao engajamento da nossa equipe de trabalho e às orações da comunidade evangélica, hoje podemos desfrutar de momentos de tranqüilidade”. Segundo o oficial, a homenagem dá mais motivação e entusiasmo “para prosseguir com o nosso trabalho”.

EMOÇÃO

Depois de justificar a ausência de Simone Tebet, que se encontrava na formatura da filha, Márcia Moura se declarou emocionada com a homenagem. “Quem sou eu para receber uma homenagem como essa, em meio a esse grupo de fé?”, questionou a prefeita, considerando o momento de agradecimento e aprendizado.

“A Cidade precisa da oração de vocês”, disse aos pastores, a quem agradeceu por tê-los como parceiros, e completou: “Eu preciso do Conselho de Pastores, das sugestões e dos puxões de orelha, porque sabemos que Deus está à nossa frente, para nos ajudar a administrar as crises, que não são poucas”.

Por fim, disse que o conselho está bem representado e que deixará a placa recebida sobre sua mesa de trabalho, garantindo que jamais perderá a vontade de ajudar Três Lagoas.

DIREÇÃO DE DEUS

“A igreja exerce um papel fundamental na sociedade e por isso sempre orou e continuará orando pelas autoridades, com quem temos um grande comprometimento”, afirmou o presidente do Conspat, Pastor Welton Alves da Silva. De acordo com o sacerdote, as homenagens foram indicações do próprio Deus, após oração no monte.

“Nossos filhos, nossas igrejas prosperarão e “as portas do inferno não prevalecerão contra nossa cidade”, concluiu, convocando os pastores a darem as mãos e a lutar por Três Lagoas.

Por João Maria Vicente

veja também