Conselho de pastores se reúne com governador do MS para discutir ações sociais

Conselho de pastores se reúne com governador do MS para discutir ações sociais

Atualizado: Quarta-feira, 9 Junho de 2010 as 9:12

Convidado pelo presidente da Ação Evangélica de Três Lagoas, pastor Welton Alves da Silva, o governador André Puccinelli (PMDB/MS) participou de reunião com pastores e lideranças da Ação Evangélica de mato Grosso do Sul, no plenarinho da Câmara Municipal local, oportunidade em que conversou com os líderes religiosos a respeito de ações sociais realizadas por suas respectiva denominações.

No primeiro contato com Puccinelli durante a reunião, o pastor Welton apresentou o governador aos demais participantes e deixou claro o interesse das igrejas em colaborar com a administração estadual expandindo os trabalhos assistenciais realizados. Para isso, solicitou maior abertura de diálogo e parceria do governo do Estado.

No encontro, onde a representatividade evangélica foi demonstrada pela presença de lideranças expressivas, o presidente da Ação Evangélica de Mato Grosso do Sul, pastor Edson Dantas Pereira fez questão de afirmar que a igreja não quer ser omissa diante dos acontecimentos e necessidades que marcam o dia a dia da administração e se coloca à disposição para ajudar, principalmente disponibilizando ao Estado os programas assistenciais que já fazem parte das ações das igrejas.

Na mesma linha de pensamento, o presidente da Ação Evangélica do Brasil, pastor Abraão Izumi, disse que as entidades religiosas precisam assumir posição diante de todas as situações, uma vez que são parte integrante da comunidade. Abraão, durante sua intervenção, afirmou que André Puccinelli é "o primeiro governador na história de Mato Grosso do Sul que se dignou a se sentar e ouvir-nos. Não vemos nele apenas um governador. Vemos um amigo".

Participante do encontro, o deputado Mauricio Picarelli que é missionário de um das denominações, comentando o tempo que tem como parlamentar e que acompanha as administrações estaduais, reafirmou que "nunca nenhum governador se dispôs a conversar com o Conselho de Pastores. Nunca atentaram para o fato de que nós queremos o melhor para a população".

Após ouvir as ponderações dos presentes, André agradeceu a ajuda que tem recebido das entidades religiosas, notadamente nas ações sociais, e garantiu que procura dar tratamento igual a todas as tendências religiosa, quer sejam católicas ou evangélicas, de quaisquer denominações. "Eu lhes tenho apreço e admiração. Tenho a convicção de que a parceria que temos resulta na união de fatores para que possa haver sucesso na administração"

Participação

No encontro de pastores o governador foi acompanhado dos deputados Waldemir Moka (federal) e Akira Otsubo (estadual), a prefeita de Três Lagoas Marcia Moura, a ex-prefeita Simone Tebet, além de lideranças políticas e empresários locais.  

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também