Conselho dos Ministros Evangélicos do Município de Petrópolis em campanha por doação de sangue

Conselho dos Ministros Evangélicos do Município de Petrópolis em campanha por doação de sangue

Atualizado: Quarta-feira, 20 Outubro de 2010 as 11:40

Cerca de 20 funcionários do Instituto de Previdência e Assistência Social do Servidor Público de Petrópolis (Inpas), entre eles, o presidente Claudinei Portugal, promoveram hoje pela manhã (19) a doação de sangue ao Banco de Sangue Santa Teresa. Eles aderiram à Campanha Pela Vida, uma iniciativa do Conselho dos Ministros Evangélicos do Município de Petrópolis (Comempe) com o apoio da Prefeitura de Petrópolis.

Claudinei espera que a ação dos funcionários do Inpas sirva como um exemplo positivo para que os demais servidores que compõe o quadro administrativo do governo municipal também participem da Campanha Pela Vida. “Temos que ajudar e participar de maneira efetiva desta campanha. Doar sangue é um ato de solidariedade, de cuidado com o próximo. Cada doação que é feita ajuda a salvar inúmeras vidas”, ressaltou.

A iniciativa do Inpas de estimular seus funcionários a participarem da campanha foi uma oportunidade para quem nunca havia doado sangue e tinha este desejo. Esse foi o caso da servidora Isabel Cristina Gerônimo, de 43 anos. “Apesar de ter vontade, nunca havia doado sangue. Foi uma boa oportunidade e daqui para frente eu pretendo vir doar sempre”, afirmou.

Cátia Noronha de Oliveira, de 31 anos, também explicou que sempre pensou em ser doadora, mas acreditava que não poderia doar por ter tido hepatite A durante a infância. Ela foi informada que as pessoas que tiveram este tipo de hepatite quando crianças podem ser doadoras.

“No caso de hepatite, não podem doar vítimas de hepatite C, que não tem cura, e a do tipo B, que nunca podem doar. Quem foi vítima da hepatite do tipo A na infância pode ser doador”, explicou Marcela Zilves, coordenadora técnica do Banco de Sangue Santa Teresa. Marcela ressaltou que existem muitos mitos em torno da doação e que as pessoas que querem ajudar a salvar vidas doando sangue devem entrar em contato com os bancos de captação para tirarem dúvidas. “Muitas pessoas ainda acham que quem doa sangue uma vez é obrigado a doar sempre; que o ato de doar engrossa ou afina o sangue, entre outras dúvidas que são esclarecidas”, lembrou.

“A Campanha Pela Vida chegou em boa hora”, afirmou Fernanda de Oliveira, responsável pela captação de doadores do Banco de Sangue Santa Teresa. Mesmo tendo sido iniciada há poucos dias (a campanha foi lançada no último dia 14), já mostra resultados. Na última segunda-feira, por exemplo, a meta do banco de sangue foi alcançada, mesmo tendo sido um dia chuvoso, ocasiões em que o número diário de doadores cai pela metade.

O horário de atendimento do Banco de Sangue Santa Teresa é das 7h às 14h de segunda à sexta-feira e das 7h às 11h aos sábados. O Banco de Sangue Santa Teresa fica na Rua Paulino Afonso, 477, Centro.    

veja também