Contentamento é uma virtude

Contentamento é uma virtude

Atualizado: Segunda-feira, 1 Julho de 2013 as 11:07

alegriaVocê se vê obcecado  em adquirir bens materiais ou satisfeito com o que já possui?
 
O que se percebe no corre-corre da vida são pessoas querendo mais dinheiro, poder e prazer. Gente viciada em compras como tubarões famintos. Com essa fobia muitos acabam se atolando em dívidas.
 
Quero dar um toque para você: não permita ser dominado (a) pela compulsão de ter mais. Diga para você mesmo o quanto você necessita de um genuíno contentamento. É uma virtude na vida daqueles (as) que estão no Caminho.
 
Contentamento é algo que aprendemos, segundo o que escreveu Luciano Subirá:
 
Ao escrever a sua Epístola aos Filipenses, o Apóstolo Paulo falou sobre a importância do contentamento e revelou que isto é uma virtude que devemos desenvolver. O contentamento não aparece imediatamente ao novo nascimento. É algo que aprendemos:
 
“Alegro-me grandemente no Senhor, porque finalmente vocês renovaram o seu interesse por mim. De fato, vocês já se interessavam, mas não tinham oportunidade para demonstrá-lo. Não estou dizendo isso porque esteja necessitado, pois aprendi a adaptar-me a toda e qualquer circunstância. Sei o que é passar necessidade e sei o que é ter fartura. Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade. Tudo posso naquele que me fortalece. Apesar disso, vocês fizeram bem em participar de minhas tribulações.”  (Filipenses 4.10-14 – NVI)
 
Aprender a dizer não é um grande exercicio de amor ao Pai. Todos sabemos o caminho que a ganância nos levará.
 
Quando deixamos de ser menos gananciosos mais generosos ficamos.
 
“Não fiquem obsecados por adquirir bens materiais. Estejam satisfeitos com o que já possuem. Pois, considerando que Deus nos assugurou: “Não vou permitir que voces caiam, nunca vou abandonar voces”, podemos corajosamente citar:
 
Deus está pronto para nos ajudar;
 
Não tenho medo de nada.
 
Quem ou o que pode me atingir?”-
 
Hebreus 13:5,6 ( Bíblia “A Mensagem”)
 
 
Paz e alegria!
 
 
- Luciano Manga

veja também