Crianças escapam de orfanato para ir à igreja, na Nigéria

As crianças faziam parte de um grupo proveniente das casas das crianças cristãs dos Centros Du Merci.

fonte: Guiame, com informações do Premier

Atualizado: Quinta-feira, 19 Março de 2020 as 11

Grupo de crianças internadas em orfanato nigeriano. (Foto: Reprodução/Premier)
Grupo de crianças internadas em orfanato nigeriano. (Foto: Reprodução/Premier)

Crianças escaparam temporariamente do Nassarawa Children's Home, administrado pelo governo, em Kano, na Nigéria para frequentar a igreja pela primeira vez desde que foram detidas na instituição em dezembro de 2019.

As crianças faziam parte de um grupo, originalmente das casas das crianças cristãs dos Centros Du Merci, nos estados de Kano e Kaduna, mas estão em acomodações administradas pelo governo desde que os Centros Du Merci foram fechados à força em dezembro de 2019.

De acordo com a cofundadora de Du Merci, Mercy Tarfa, mais de seis crianças se aproximaram de um guarda de segurança no portão da Casa das Crianças Nassarawa no domingo (15) e pediram permissão para ir à igreja. Depois que o guarda se recusou a deixá-las sair, as crianças forçaram a saída.

De acordo com o portal nigeriano The Punch Nigeria, a polícia foi chamada ao local para procurar as crianças. Todas, exceto seis delas, foram encontradas em uma rua próxima à casa de Nassarawa, mas o restante ainda estava desaparecido.

A polícia continuou a busca, interrompendo um culto na Igreja Evangélica Vencedora de Todos (ECWA) perto da casa das crianças, mas elas não estavam lá.

Ao meio-dia do mesmo dia, a senhora Tarfa recebeu um telefonema de um líder da igreja em Sabon Gari, no norte da Nigéria, que informou que eles estavam na igreja dele. Ela as resgatou, acompanhada de seu advogado, e as devolveu à casa da qual escaparam.

Restrições

Vinte e sete crianças estão na casa administrada pelo governo desde que foram removidas dos orfanatos Du Merci em dezembro de 2019. Sua situação atual foi descrita para Christian Solidarity Worldwide Nigeria (CSWN) como sendo física, emocional e psicologicamente desafiadora - e deteriorada.

Elas não foram autorizadas a deixar as instalações, nem mesmo a frequentar a escola ou a igreja.

O diretor executivo da CSW, Mervyn Thomas, disse: "A CSW está profundamente preocupada com as restrições desnecessárias às crianças do Centro Du Merci, que violam seus direitos à liberdade de religião ou crença e educação, entre outros”.

"As crianças estão sendo tratadas como prisioneiras, e os relatórios de que uma delas foi agredida fisicamente devem ser de extrema preocupação. Apelamos ao governo do estado de Kano para permitir que essas crianças retornem aos Centros Du Merci, que consideram como a casa delas".

Também existem preocupações com o professor Tarfa, marido da sra. Tarfa e cofundador do orfanato. Ele está preso desde o dia de Natal de 2019, sob acusações excessivas, de acordo com o CSWN.

veja também