Crise de oração e oração na crise

A crise, eu creio, vai passar. A oração, espero que não

Fonte: Guiame, Edmilson MendesAtualizado: segunda-feira, 24 de agosto de 2015 13:59
Oração
Oração

Salvo raríssimas exceções, a crise de oração é latente em numerosos cristãos no mundo. Ficamos automáticos em nossas ações e reações. Nos acostumamos a injeção eletrônica, controle remoto, compra pela internet, whats. Pouco se ora. E se ora pouco, dentre outras coisas, porque as benesses da modernidade passam a impressão de que nos bastamos, somos bons, somos auto suficientes. O resultado é insensibilidade, preguiça, indiferença, tudo culminando em orações mecânicas, ritualísticas, the flash.

A crise, no entanto, em alguns casos, coloca a oração no eixo. Passa a ser prioridade, faz-se mais campanhas, separa-se mais tempo pra falar com Deus, enfim, busca-se no impossível o que os nossos possíveis já não estão mais dando jeito. Procuro cultivar a oração desde meu encontro com Cristo, do meu jeito, com minhas palavras, com simplicidade e sinceridade e, óbvio, também vivo os conteúdos que a crise provoca.

Um bom exemplo seriam meus clientes, sempre orei por eles, na crise oro ainda mais. Todos os dias o nome de cada um está no meu "sacrifício" diário de oração. A maioria deles nem sabe. Mas quem interessa saber, sabe, Deus! Sim, porque Ele ouve as nossas orações! Ouve e responde.

Este post poderia ficar ainda mais longo se fosse detalhar, mas não vou, apenas quero afirmar o que tenho visto e ouvido. Cada cliente nosso, de forma inexplicável pela lógica da crise, continua produzindo, vendendo, crescendo, prosperando. Do meu canto, humildemente sei que apenas o profissionalismo meu e de meus clientes não seriam suficientes para tal resultado, e sim a combinação proposta na Palavra: Esforça-te e Eu te ajudarei.

Nosso esforço e dedicação aliados a ajuda que só Ele é capaz de dar é o que faz toda diferença. Ah, se mais e mais pessoas, empresas, famílias e instituições vivessem esta verdade, certamente estaríamos em outro cenário. A crise, eu creio, vai passar. A oração, espero que não. Paz!

 

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições