Cristãos brasileiros reúnem-se em oração por crianças em risco

Cristãos brasileiros reúnem-se em oração por crianças em risco

Atualizado: Quarta-feira, 4 Junho de 2008 as 12

A diminuição das desigualdades, o fim do tráfico e a garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes no país serão alguns dos principais focos das orações de centenas de cristãos brasileiros nos dias 6 a 8 de junho. Neste período acontece o 13º Mutirão de Oração por Crianças e Adolescentes em Situação de Risco, promovido pela Rede Mãos Dadas e Viva América Latina. O evento ocorre também em outros 90 países e tem como objetivo a sensibilização dos crentes para a vulnerabilidade de milhares de crianças ao redor do mundo. Dados recentes do Unicef revelam que, no Brasil, 27,4 milhões de crianças são de famílias que vivem com meio salário mínimo ou menos por mês, por pessoa. Isto equivale a 45% da população brasileira nesta faixa etária.

Situações como o tráfico internacional de crianças, falta de registro de nascimento, baixo peso e inanição, impossibilidade de estudo tolhem o desenvolvimento saudável e produtivo de milhares de crianças. Klênia Fassoni, uma das líderes do movimento e diretora da Revista Ultimato, reitera a importância das orações pelos mais fracos e pela disposição de entregar os próprios filhos aos projetos de Deus. ''Definitivamente os filhos (e netos) das pessoas com maior renda e formação escolar não se enquadram no que definimos por ''risco social''. Claro que isso não os isenta de perigos e acidentes, pois muitos dos fatores de risco a que as crianças estão sujeitas não estão ligados à classe social. É de bom juízo ''orar com lágrimas'' por nossos filhos a oração do avô do Timóteo (meu filho): ''Senhor, coloca à sua volta cercas de proteção''. Mas, ao nos aproximarmos do 13º Mutirão de Oração por Crianças e Adolescentes em Situação de Risco, proponho que, além de orar ''com lágrimas? também pelos filhos de outros que vivem em situações extremas de risco, tenhamos um momento de dedicação de nossos filhos ao Senhor como instrumentos em suas mãos para que venham a ser (e o sejam já, agora) agentes de transformação. Que, movidos pelo amor de Deus em suas vidas, estejam dispostos a correr riscos e a abrir mão de projetos próprios em favor de outros. Correr riscos é andar com Jesus no caminho até Jerusalém. É negar a si mesmo, tomar a cruz e segui-lo (Mc 8.31-38)''.

Certo de que a oração é o suporte da ação, o Mutirão de Oração convida famílias, igrejas, organizações sociais e a comunidade em geral para orar pedindo por mudanças na situação da infância e na realidade política do Brasil e demais países. No último ano, no Brasil, mais de 71 mil pessoas oraram em 96 municípios e Distrito Federal. O conteúdo das orações na campanha de 2008 é o despertar para boas ações em favor do mais frágil ? identificadas com na vida e pregação de Jesus. O texto bíblico escolhido é de Mateus 25.35-40. O versículo é: ?O que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram? (Mt 25.40).

Como participar

Todos podem contribuir e participar do Mutirão através da mobilização em suas igrejas e comunidades. Há um material de apoio para mobilização disponível para download no site da Mãos Dadas. No dominío você também encontra outras informações sobre o Mutirão de Oração.

veja também