Cristãos continuam sem liberdade religiosa no Butão

Cristãos continuam sem liberdade religiosa no Butão

Atualizado: Sexta-feira, 11 Fevereiro de 2011 as 7:52

Oficiais butaneses deram garantias de que a liberdade para os cristãos realizarem seus cultos “dentro das regras culturais” da pequena nação budista no Himalaia não seria violada, mas eles permaneceram ambíguos quanto a “se” e “quando” essa minúscula comunidade terá uma identidade legal.

As normas culturais incluem a proibição contra o proselitismo. No entanto, o Ministro do Lar e Cultura do Butão, Lyonpo Minjur Dorji, disse à agencia Compass Direct News (CDN, sigla em inglês)  que há disposições na constituição do Butão que podem ser interpretadas favoravelmente, dando espaço ao cristianismo no “país do dragão dos raios”, como é chamado.

Esperava-se que a agência reguladora de organizações religiosas do país tomasse uma decisão em dezembro sobre a possibilidade de registro de uma federação cristã representando todos os cristãos, mas um oficial da agência informou que o assunto requer mais investigações. Enquanto isso, o Ministro do Lar, Dorji, indica que não há necessidade de mudança.

Dorji Tshering, membro secretário da autoridade local regulatória conhecida como Chhoedey Lhentshog, disse em outra ocasião ao CDN que a agência estava disposta a discutir e autorizar o registro de uma federação cristã em sua última reunião, em dezembro de 2010.

Na semana passada, Tshering disse ao CDN ter informado que “certos assuntos” precisam ser verificados antes de serem tomadas as decisões.

 “O objetivo do Ato de Organização Religiosa do Butão, segundo o qual funcionarão as autoridades regulatórias, é proteger e preservar a herança espiritual do Butão”, afirmou. “Nós precisamos verificar se tais condições serão atendidas, caso registremos uma organização cristã”.

veja também