Cristãos e muçulmanos propõem grupo para responder a crises

Cristãos e muçulmanos propõem grupo para responder a crises

Atualizado: Segunda-feira, 8 Novembro de 2010 as 9:10

A consulta internacional sobre as relações islamitas-cristãs terminou hoje, em Genebra, com a proposta de formação de grupo de trabalho misto que possa mobilizar-se com rapidez em casos de ameaças ou crise que possa provocar conflito entre as duas religiões. A consulta versou sobre a construção de um futuro comum e contou com 60 participantes.

Em declaração conjunta divulgada hoje, cristãos e muçulmanos alegaram que em casos de crise frequentemente a religião é invocada, mesmo quando opressão, injustiças e má distribuição de recursos são as causas reais das intrigas. "Devemos encontrar formas de ‘dissociar’ a religião desse tipo de  interpretação e ‘associá-la’ à resolução de conflitos e à justiça compassiva", disseram.

O grupo sugeriu que os organizadores da consulta – o Conselho Mundial de Igrejas (CMI), a Associação Mundial da Dawa Islâmica, o Real Instituto Aal al-Bayt – iniciem projeto conjunto com o propósito de promover o intercâmbio de experiências, de "viver juntos de forma construtiva em sociedades plurais", compartilhar as melhores práticas sobre a construção de “uma cultura de diálogo e cooperação inter-religiosos", além de trabalhar juntos em questões ambientais e sociais.

veja também