Cristãos indianos temem violência durante festival

Cristãos indianos temem violência durante festival

Atualizado: Quinta-feira, 10 Fevereiro de 2011 as 1:21

Os cristãos indianos estão temerosos com os acontecimentos dos próximos dias. O receio é que o festival de Kumbh Samajik Narmadak, que reúne um milhão de hindus, seja palco de um massacre. Nos meses que antecedem o evento, os extremistas ameaçaram usar a celebração para “limpar o estado indiano de Madhya Pradesh”.

De acordo com Dave Stravers, da Missão da Índia, o estado e a celebração são de todos os cristãos. "Isto não significa que um cristão deva se reconverter ao hinduísmo ou que um hindu que se converta deva ser morto".

Depois que uma equipe de averiguação saiu para investigar o risco de um potencial massacre, o Christian Post confirmou que "eles têm sólidas razões para temer um surto de violência contra os cristãos durante ou após o evento".

Madhya Pradesh faz parte do "Heartland Hindi" da Índia. É a parte mais densamente povoada do país, e é também o mais Hindu, os cristãos constituem menos de 1% do estado.

"Nos últimos anos, Madhya Pradesh tem recebido o Evangelho com liberdade", explica Stravers. "Pela primeira vez na história, estamos vendo igrejas crescendo rapidamente, e os moradores estão vindo para Cristo. Aldeias, áreas tribais, mesmo nas grandes cidades. E isso é muito ameaçador para os poderes constituídos".

O crescente interesse no Evangelho despertou a desconfiança de líderes religiosos e os políticos locais. Os cristãos têm sido historicamente negligenciados em Madhya Pradesh. "As leis anti-conversões são uma resposta ao crescimento da igreja. Quando a igreja não crescia, até cerca de 10 anos, ninguém se importava, mas agora as pessoas estão aceitando a Cristo e a onda de violência aumentou".

Muitos cristãos têm sido forçados a reconverter-se, pois são ameaçados fisicamente por extremistas que os obrigam a interceder aos deuses hindus.

Os cristãos temem que, mesmo não ocorra violência alguma, a festa poderia incentivar maus sentimentos em relação aos cristãos. O festival será realizado do dia 10 a 12 de fevereiro.

veja também