Cristãos na Angola exortam igrejas a colaborarem com governos

Cristãos na Angola exortam igrejas a colaborarem com governos

Atualizado: Terça-feira, 22 Março de 2011 as 9:08

Bispo emérito da Igreja Metodista Unida em Angola, Emílio de Carvalho, exortou, na cidade de Huambo, às Igrejas do país a colaborarem com o governo nas ações tendentes ao resgate dos valores morais e cívicos da sociedade.

Carvalho deu uma palestra sobre “o papel da Igreja no resgate dos valores morais e cívicos da sociedade angolana,” que esteve no contexto da comemoração dos 126 anos da Igreja Metodista Unida na Angola. Segundo ele, as Igrejas também têm como missão moralizar e educar a sociedade.

Ele afirmou que o resgate dos valores morais, por ser um processo demorado, não deve ser responsabilidade única do governo, defendendo, portanto, o maior envolvimento das Igrejas para o efeito.

“A destruição dos valores morais, cívicos e culturais leva muito pouco tempo, mas a sua recuperação leva anos e anos, pelo que é necessário um esforço redobrado de todas as forças vivas, com realce para a Igreja," declarou.

Membros do governo local, dirigentes de partidos políticos com assento no parlamento, deputados do círculo provincial e líderes de diferentes denominações religiosas participaram da palestra.

Na semana passada em Luanda, o bispo proferiu uma palestra subordinada ao tema: “As Marcas do Metodismo em Angola,” dizendo que as atividades de caráter social sempre constaram das preocupações da Igreja Metodista por constituir um meio de contribuir para o bem-estar das crianças, idosos e ou outros grupos em situação de carência. No discurso ele relembrou Jhon Wesleym fundador do movimento metodista na Inglaterra no século XVIII, que optou por anunciar e viver um evangelho com dimensão social.

“A ação social não pode ser vista apenas como dever no sentido de uma obrigação formal e farisaica, pois ela é parte integrante da missão da Igreja e deve ser acholhida como fruto natural de uma fé integral,” considerou.

Existe parceria entre a Igreja Metodista Unida e o Governo na área de educação, funcionando em diversas escolas de ensino espalhadas no país, e uma universidade em Luanda, com cursos de licenciatura em Direito, Engenharia Mecatrônica, Industrial e Civil, Administração e Gestão de Empresas.

A Igreja ainda desenvolve ações no setor da saúde, através da criação de postos médicos em diferentes representações, bem como um centro de formação profissional.

A semana do Metodismo começou nesta segunda-feira (dia 15) com palestras sobre a história da Igreja na Angola, implantada desde 1885, por missionários americanos.

veja também