Cristãos realizam missões através da medicina nos EUA

Cristãos realizam missões através da medicina nos EUA

Atualizado: Sexta-feira, 23 Julho de 2010 as 2:31

Neste mês, a International Mission Board acolheu o evento Mobilização Missão Médica, realizada em Augusta, Geórgia. Médicos, enfermeiros, estudantes e moradores aprenderam a ser mais semelhantes a Cristo pela prestação de cuidados médicos ao redor do mundo. Dale Twilley é a prova viva do poder que há na mistura da medicina com missões. Nos últimos 12 anos, Twilley, um dentista, viajou para seis países e extraiu mais de cinco mil dentes. Ao mesmo tempo, ele levou pessoalmente pelo menos 250 pessoas à fé em Cristo. Palestrantes discutiram as maneiras pelas quais os médicos são parte integrante de missões. "Missões na medicina nos dá acesso a muitas pessoas  e lugares que outros missionários simplesmente não têm", diz Scott Holste, vice-presidente da IMB, associado de estratégia global. Este acesso sem precedentes para as áreas que poderão ser de outra forma fechada para o Evangelho acrescenta à lista de razões pelas quais profissionais e estudantes devem considerar se envolver com missões médicas. No entanto, outros palestrantes destacaram o fato de este tipo de ministério ser característica da vida de Jesus não apenas por causa do evangelismo, mas por realmente demonstrar o amor. Claro que, ter o privilégio de entrar em território desconhecido tem alguns riscos. A organização informou aos participantes que existem 6400 povos não alcançados, que são geralmente de algumas regiões hostis. A IMB diz, por exemplo, que todos os 612 grupos de pessoas na Ásia Central são alcançados, e a região é de 99,9% muçulmanos. Isso significa que os cristãos formam mais de 0,1% da área - e provavelmente menos do que isso. Se você estiver interessado em aderir ao IMB para alcançar o mundo com o amor de Cristo e da verdade do Evangelho através de missões médicas, entre em contato no e-mail: [email protected]

veja também