Cristãos se preparam para possíveis ataques após morte de Bin Laden

Cristãos se preparam para possíveis ataques após morte de Bin Laden

Atualizado: Quarta-feira, 4 Maio de 2011 as 2:20

As autoridades estão se preparando para a possibilidade de ataques de retaliação por parte de extremistas com ligações à al-Qaeda após a morte de Osama bin Laden no Paquistão. Analistas em terrorismo também alertam que a morte de Bin Laden tem potencial para mais violência.

Cristãos em países como Paquistão, Afeganistão, Iraque, Turquia e países similares estão vulneráveis.

Para organizações cristãs, embora a sua morte represente uma vitória simbólica, não é o fim da ideologia defendida por Bin Laden.  Todd Nettleton, da Voz dos Mártires disse: "Estamos particularmente preocupados com nossos irmãos e irmãs cristãos no Paquistão que, de alguma forma, podem ser apanhados em um ataque de represália possivelmente projetado contra os americanos devido ao ataque contra Osama Bin Laden".

Muitos cristãos foram alvo após os ataques dos EUA no Iraque e no Afeganistão.

Nettleton disse: "Para nossa equipe, estamos particularmente com bastante cuidado agora. Queremos estar cientes do que está acontecendo ao nosso redor do ponto de vista de segurança".

Os extremistas islâmicos no Paquistão e os membros do Taliban declaram cristãos como "infiéis". Nettleton explica:  "Você tem todos esses vários grupos da Al Qaeda em todo o mundo que dizia: 'Somos leais a Al Qaeda. Queremos as mesmas coisas que eles querem." E como eles vêem o Cristianismo como uma religião ocidental, então qualquer ligação ao cristianismo constitui um risco significativo.

A segurança é uma preocupação, Nettleton admite. O futuro é incerto. "O que acontece agora? Existem alguns ataques maiores do que vimos no último ano ou assim eles dizem, 'Nós estamos atacando de volta, porque o nosso líder foi retirado’".

veja também