Cristãos se reúnem em conferência para pedir paz

Cristãos se reúnem em conferência para pedir paz

Atualizado: Quarta-feira, 6 Outubro de 2010 as 11:50

No alto das montanhas do Curdistão (norte do Iraque), um grupo de cristãos árabes organizou uma conferência de oração. Cerca de 550 cristãos de diferentes igrejas iraquianas, incluindo pelo menos 20 líderes locais, vieram orar pela unidade e paz. Palestras sobre humildade foram ministradas por pastores e professores que encorajaram o grupo a buscar o Senhor Jesus Cristo em primeiro lugar.

Joyce, uma das participantes do evento compartilhou que além de orarem pelo país e líderes, um dos destaques foi o momento que os pastores iraquianos lavaram os pés uns dos outros. "Um milagre onde há tanta divisão e discussão", declara.

Uma das palestras ensinou sobre amar e ter paixão pelo seu país, e comoveu dois jovens líderes de Bagdá que, por causa de sua fé eles foram vítimas da violência e do sequestro em Bagdá. Por conta disso, tiveram problemas em amar o seu país e as pessoas.

Um pastor compartilhou que os líderes, além dos próprios cristãos estão deixando seus países por causa da perseguição. "A cada 6 meses, perdemos 20% dos cristãos para o mundo livre”, declara, “Você acaba de terminar a formação de jovens líderes e eles partem. É uma pena e nós perdemos muitos bons líderes com potenciais", lamenta.

Já um cristão iraquiano compartilhou emocionado sua experiência como vítima de sequestro em Kirkuk: "Deus estava comigo e eu senti que as pessoas ao redor do mundo estavam orando por mim, mas fiquei impressionado com isso. Deus estava comigo e ele me trouxe de volta".

"Como Cristo, a Igreja no Iraque se sente angustiada, desconfortável e amarrada por pedras. O filho do rei já se sentiu impotente? Acredito que não. A presença do Consolador está em nosso meio, no Iraque, para ser valente e continuar. O Espírito Santo em nós não é apenas um poder, mas sim o próprio Deus que está conosco. Para Deus a igreja iraquiana também é bela, então vamos amá-la e trabalhar junto fazendo mais".

veja também