Cristãos sofrem repressão religiosa em Mianmar

Cristãos sofrem repressão religiosa em Mianmar

Atualizado: Quinta-feira, 29 Janeiro de 2009 as 12

Mandatos expedidos em 5 de janeiro forçaram muitos cristãos a se reunirem em casas e apartamentos para diminuir a freqüência dos cultos. Na semana passada, as autoridades ordenaram que igrejas como Wather Hope, Emmanuel e Assembléias de Deus, parassem de cultuar, afirmando que reuniões que acontecem sem autorização estão banidas.

Nos anos 90, as autoridades pararam de permitir a compra de terrenos para a construção de novas igrejas, levando muitos cristãos a realizar cultos em apartamentos alugados ou escritórios.

O conselho de paz e desenvolvimento da cidade de Kyauktada convidou pastores de mais de 100 igrejas em Rangoon para uma reunião em que assinariam documentos jurando que iriam fechar suas igrejas. Cerca de 50 pastores estavam presentes.

Os documentos incluíam punições como prisão e fechamento das instalações das igrejas para pastores que se recusassem a obedecer as ordens de fechamento.

Outra fonte de informações local, a Democratic Voice of Burma (voz democrática de Burma), alegou que os oficiais do Ministério de Assuntos Religiosos intimaram os proprietários de prédios onde as igrejas se reuniam e os mandou não alugar mais suas propriedades para grupos religiosos. Afirma-se que 80% das igrejas em Rangoon foram afetadas por essa ordem.

Alguns cristãos locais e estrangeiros dizem que a repressão está relacionada ao envolvimento cristão na ajuda às vítimas do ciclone Nargis, que atingiu Mianmar em maio de 2008.

Apesar da grande devastação e perdas de vidas, o governo reclusivo de Mianmar só aceitou a ajuda de estrangeiros, contanto que os oficiais do país distribuíssem o material doado. Entretanto, os cristãos responderam imediatamente à crise, arrecadando as provisões e distribuindo conforme a necessidade.

Relatórios e notícias de diversas missões afirmam que o cristianismo está crescendo mesmo sob o regime governamental, mas os convertidos precisam ser criativos em seus cultos - especialmente em áreas rurais. De acordo com informações, em um estado, os cristãos tiram cópias das Bíblias para compensar a restrição a publicações religiosas. Outros batizam novos convertidos durante um festival anual em que os cidadãos derramam baldes de água uns nos outros, para limpar os pecados cometidos durante o ano.

veja também