Cristo traz esperança aos desesperados, diz capitão do Exército da Salvação

Cristo traz esperança aos desesperados, diz capitão do Exército da Salvação

Atualizado: Quinta-feira, 25 Dezembro de 2008 as 12

Autor do mais recente Pensamento do Mês do Exército da Salvação, Turner censurou a igreja por não ser mais acolhedora para os "falhados" da comunidade e desafiou os crentes a alcançarem as partes mais baixas e exteriores das suas próprias portas de casa.

"Adoramos ver programas de TV como o 'Beyond the Boundaries', em que pessoas deficientes aceitam desafios nos quais a maioria das pessoas normais fracassariam. Aplaudimos os 'falhados' que são bem sucedidos", escreveu ele no seu artigo.

"Mas e quanto às partes baixas e exteriores da nossa comunidade - aqueles com problemas de bebida e de álcool, casamentos desfeitos, incapacidades ou doenças?"

"A maioria das pessoas não tem tempo nenhum para eles. Mesmo nas nossas igrejas, aqueles que 'não se encaixam' podem sofrer uma dura viagem."

O Capitão Turner apontou para o exemplo dado por Jesus oferecendo perdão à mulher Samaritana que se tinha divorciado cinco vezes, a cura que ele trouxe aos deficientes, e as ocasiões em que ele tocava leprosos - uma condição que Turner descreveu como "o problema do VIH/Sida dos tempos de Jesus".

"Jesus tinha muito tempo para os inadaptados - quer devido a deficiência ou posição social", escreveu ele. "Dentre os altos voadores do seu Grupo dos Doze contavam-se um ex-cobrador de impostos e um ladrão que o acabou por trair. Mas Jesus sabia que com o Espírito de Deus neles, as pessoas podem mudar."

O Capitão Turner concluiu relembrando aos Cristãos que Deus tem a capacidade de salvar até mesmo os maiores falhados.

"Lembrem-se que Deus tem a mesma atitude que um bom fã de esportes", observou. "Com o treino correto e uma aplicação apropriada (o Espírito de Deus trabalhando nos nossos corações para aplicar a Sua Palavra), o maior falhado pode ser transformado e receber a vida eterna"

veja também