Cuidado boquinha!

Cuidado boquinha!

Atualizado: Quinta-feira, 17 Outubro de 2013 as 2:54

silêncioDizem as línguas dos pesquisadores que o ser humano fala em média 7 mil palavras por dia. Alguns fazem das palavras a arte de falar, outros se enrolam em meias palavras e há os que pouco dizem, mas uma coisa é certa: “a maioria de nós fala e fala muito!”
 
Através do som que emitimos com a voz, contamos histórias, seduzimos, conquistamos e rimos. A língua nos permite ter relacionamentos e nos comunicarmos. Mas, e quando ela não é bem treinada?
 
A Palavra de Deus nos diz em Efésios 4.29: 
 
“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe”
 
Tem muita gente que não controla a língua, e quem não controla a língua é controlado por ela. Tem muita gente por aí emprestando a boca pra satanás falar. Quantos gastam muitas dessas 7 mil palavras diárias para falar mal dos outros, para criticar, resmungar, murmurar. A Bíblia nos diz que “Basta a cada dia o seu próprio mal”! Pra que nós queremos aumentar esse mal falando o que não deve uns da vida dos outros? Não empreste sua língua para satanás usar.
 
Quando eu era criança sempre cantava essa canção:
 
Cuidado boquinha o que fala
Cuidado boquinha o que fala
Que o Salvador do céu está olhando pra você
Cuidado boquinha o que fala
 
Cuidado boquinha! Be Careful! Menos é mais! Até o tolo se passa por sábio quando se cala! Muitos de nós tende a ler um texto assim e logo se lembrar de alguém, mas neste momento eu te convido a pensar em você mesmo. Será que a sua língua tem sido instrumento de benção? Será que da sua boca fluem palavras de vida? Ou você não é dos que falam mal dos outros mas, é daqueles que vivem dizendo obscenidades e piadinhas de duplo sentido?
 
Cuidado boquinha!
 
Deus criou o mundo através da fala. Jesus é chamado de PALAVRA (VERBO) por João (Jo 1.1).
 
Esse é o tempo e já chegou, que a geração que quer mudar a história desta nação entenderá que muito do processo de santificação e diferença passa pela purificação da língua.
 
Guarda a tua língua do mal, e os teus lábios de falarem dolosamente. Salmos 34:13
 
A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto. Provérbios 18:21
 
Na paz d’Aquele que se fez Palavra e nos chamou à santificação.
 
Com carinho e orações
 
 
- Felipe Heiderich
 

veja também