Culto semanal traz reflexão e faz referência ao período do Advento

Culto semanal traz reflexão e faz referência ao período do Advento

Atualizado: Terça-feira, 7 Dezembro de 2010 as 2:33

O culto semanal, realizado no gabinete do governador, no Palácio Paiaguás, em Cuiabá (MT), nesta terça-feira (07.12) fez referência ao período do Advento, do ano novo da igreja, que é o primeiro tempo do Ano litúrgico, que antecede o Natal, um tempo de preparação e alegria, de expectativa, onde os fiéis, vivem o arrependimento e promovem a fraternidade e a paz, na espera do nascimento de Jesus.

A pastora da igreja Luterana, Ramona Weishimer, através do Evangelho de Matheus, falou da inserção do natal na sociedade, que aconteceu através de Jesus. “Numa época difícil, naquele tempo, surge algo novo, um profeta que atraía multidões, trazendo esperança. A palavra era: arrependei-vos”, disse ao citar o trecho do Evangelho. “Naqueles dias apareceu João, o Batista, pregando no deserto da Judéia, dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus. Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que diz: Voz do que clama no deserto; Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas. Ora, João usava uma veste de pelos de camelo, e um cinto de couro em torno de seus lombos; e alimentava-se de gafanhotos e mel silvestre. Então iam ter com ele os de Jerusalém, de toda a Judéia, e de toda a circunvizinhança do Jordão, e eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados. Nosso Senhor é a palavra que cria comunhão entre nós”.

Segundo a pastora, João Batista preparou os corações para o Senhor. “Por isso essa leitura é indicada para o dia de hoje, a poucas semanas do natal. Deus espera uma mudança no coração das pessoas, que levará para os caminhos do Senhor. Assim como João Batista, que deixou todas as certezas de sua vida para ir para o deserto para chamar as pessoas para indicar os caminhos que levam ao Pai”.

O pastor Teobaldo Witter mencionou vários versículos de Provérbios, capítulo 21 “Como corrente de águas é o coração do rei na mão do Senhor; ele o inclina para onde quer. Todo caminho do homem é reto aos seus olhos; mas o Senhor pesa os corações. Fazer justiça e julgar com retidão é mais aceitável ao Senhor do que oferecer-lhe sacrifício. Olhar altivo e coração orgulhoso, tal lâmpada dos ímpios é pecado. Os planos do diligente conduzem à abundância; mas todo precipitado apressa-se para a penúria. Ajuntar tesouros com língua falsa é uma vaidade fugitiva; aqueles que os buscam, buscam a morte. A violência dos ímpios arrebatá-los-á, porquanto recusam praticar a justiça. O caminho do homem perverso é tortuoso; mas o proceder do puro é reto”.

A reflexão que ficou para os presentes foi o convite do Senhor para fazermos o bem e olhar para aquilo que não se pode ver, como a compaixão e o amor ao próximo.

veja também