Dagoberto pede música do Toque no Altar no Fantástico

Dagoberto pede música do Toque no Altar no Fantástico

Atualizado: Segunda-feira, 7 Junho de 2010 as 8:45

Dagoberto realmente deve adorar enfrentar o Grêmio. Afinal, no Brasileiro de 2009, ele marcou três gols sobre o adversário: dois na vitória paulista por 2 a 1, no Morumbi, e um no empate por 1 a 1, no Olímpico. Este ano, o atacante já igualou o número de gols contra os gaúchos ao marcar os três do triunfo por 3 a 1 na tarde deste domingo, no Morumbi, pelo último jogo do nacional antes da paralisação para a Copa do Mundo. Dagol fez chover em casa (assista aos gols da partida). E quem faz três em um jogo, pede música no "Fantástico", da "TV Globo". A escolhida pelo camisa 25 foi a canção "Deus do Impossível", do grupo "Toque no Altar", cantada por ele na saída do campo.

- Estou lutando por isso desde 2007, era um sonho fazer três gols e pedir a música no Fantástico. Pedi uma música de louvor. Tem mais um jogo contra o Grêmio ainda esse ano, tomara que seja bom assim. É uma equipe difícil de jogar contra, marca bem. Fiquei muito feliz por fazer três gols pela primeira vez com a camisa do São Paulo. Já havia feito quatro em um jogo quando defendia o Atlético-PR. Aconteceu na hora certa - ressaltou o atacante.

Curiosamente, Dagoberto seria substituído pouco antes de fazer o segundo gol, aos 21 minutos do segundo tempo. O técnico Ricardo Gomes estava preocupado com o atacante, que durante a semana apresentou desgaste físico maior do que os companheiros. Mas ao fazer o gol, Dagol pediu mais cinco minutos em campo. Marcou o segundo e ficou até o fim. O comandante concordou.

- Naquele momento eu estava administrando os problemas. O Dagoberto passou a semana se recuperando e pensei em fazer a substituição, aí ele me pediu: cinco minutinhos. Marcou um gol e pediu mais cinco. Eu perguntava toda hora se ele estava bem. Quando marcou o segundo pediu para ficar o jogo todo. A confiança do jogador aumenta depois de crescer na partida - explicou o treinador, contente com o desempenho do camisa 25.

Gols da partida:

veja também