De indignação e reclamação a louvor e gratidão - Talita Pagliarin

De indignação e reclamação a louvor e gratidão - Talita Pagliarin

Atualizado: Sexta-feira, 13 Dezembro de 2013 as 11:47

adoração“Até quando te esquecerás de mim, SENHOR? Para sempre? Até quando esconderás de mim o teu rosto?Até quando consultarei com a minha alma, tendo tristeza no meu coração cada dia? Até quando se exaltará sobre mim o meu inimigo?
 
Atende-me, ouve-me, ó Senhor meu Deus; ilumina os meus olhos para que eu não adormeça na morte; para que o meu inimigo não diga: Prevaleci contra ele; e os meus adversários não se alegrem, vindo eu a vacilar.
 
Mas eu confio na tua benignidade; na tua salvação se alegrará o meu coração.
 
Cantarei ao Senhor, porquanto me tem feito muito bem”.
 
Salmos 13: 1 a 6
 
O salmista está falando com Deus, mas essa conversa começa com uma reclamação…
 
Muitas e muitas vezes, Deus esconde o seu rosto e nos deixa atravessar situações difíceis onde chegamos até a pensar que Ele não se lembra de nós…
 
Situações em que não queremos estar, mas quando vemos, de uma hora  para a outra, tudo muda e o problema parece insolúvel!
 
O que fazer em situações quando tudo está confuso e por mais que façamos, a situação só parece piorar?
 
Devemos falar com Deus!
 
Não com distância, formalidade e belas palavras, mas com sinceridade como o salmista.
 
Preste atenção, isso não é pecado, isso é sinceridade.
 
Temos que entrar na presença de Deus mostrando toda a nossa verdade (que Ele já conhece; mas espera que confiemos nele o bastante para sermos verdadeiros e transparentes).
 
Se você observar, à medida em que o salmista vai falando com Deus, suas palavras de indignação e reclamação vão cessando e são substituídas por palavras de louvor e gratidão.
 
Como assim? Em apenas alguns minutos ele muda o discurso?
 
Exatamente! E isso é lindo porque é isso que acontece quando falamos com Deus!
 
Começamos falando de nós mesmos, olhando para nossos problemas e para as soluções que definitivamente não enxergamos por nós mesmos.
 
Mas quando começamos a sentir Sua presença poderosa, paramos de olhar para nossas mazelas e começamos a contemplar a Sua glória!
 
Aí, enxergamos a grandeza do Pai, seu amor incondicional e ficamos completamente rendidos ao Seu poder.
 
A indignação é trocada por admiração.
 
A falta de fé dá lugar à confiança .
 
A reclamação já não existe e tudo é gratidão.
 
É assim que acontece quando falamos com Deus.
 
Fale com Ele agora é sinta seu coração limpo de tudo o que te angustia e aprisiona.
 
Ele te ama. Eele te conhece. Ele ouve.
 
 
Quando falamos com Ele, deixamos de ouvir nossos sentimentos e passamos ouvir a Sua voz.
 
 
- Talita Pagliarin
via Blog pessoal
 

veja também