De reprovado a ‘mestre’ dos concursos: Conheça a trajetória de William Douglas

“Eu vejo Deus trabalhado em parceria nos milagres. Ele faz alguns e nós fazemos outros”, define o juiz federal William Douglas, autor que já alcançou a venda de mais de 1 milhão de livros sobre concursos.

Fonte: Guiame, Luana NovaesAtualizado: sexta-feira, 15 de abril de 2016 18:28
Antes de se tornar o "mestre dos concursos", o juiz federal William Douglas teve que lidar com muitos “nãos”. (Foto: Guiame/ Marcos Paulo Corrêa)
Antes de se tornar o "mestre dos concursos", o juiz federal William Douglas teve que lidar com muitos “nãos”. (Foto: Guiame/ Marcos Paulo Corrêa)

Até conseguir vender mais de 1 milhão de livros e proferir palestras para mais de 1,6 milhão de pessoas no Brasil, o juiz federal William Douglas teve que lidar com muitos “nãos”.

Um dos “nãos” mais difíceis encarados por William fizeram parte das repetidas reprovações nos concursos públicos. Depois de procurar ajuda entre os primeiros colocados das provas e ouvir o simpático conselho “se vira”, Douglas resolveu fazer diferente. Estudou com mais afinco e foi aprovado não apenas em uma, mas em dezenas de provas.

Ele foi o 1º colocado nos concursos para juiz de direito, defensor público e delegado de polícia. Além disso, também conseguiu ser o 3º colocado no concurso nacional de monografias sobre a Justiça Federal, 4º colocado para professor de direito na Universidade Federal Fluminense,  5º colocado no para analista judiciário e 8º colocado para Juiz Federal.

Muitas pessoas passaram a procurá-lo para entender como ele passou a conseguir tantas aprovações. A resposta “se vira”, na visão cristã de William, não era a mais adequada. Então ele decidiu reunir todas as dicas em cerca de 700 páginas.

Logo, surgiu a ideia de lançar este conteúdo em um livro, e junto a isso, William encarou mais cinco “nãos” — as editoras não enxergaram vantagem em publicar este tipo de conteúdo. Mais uma vez, o juiz federal decidiu fazer diferente. Ele fundou a Impetus, sua própria editora.

Daí surgiu o best seller "Como passar em provas e concursos", que o levou até grandes programas de televisão, como Fantástico e Programa do Jô, além de ser notícia em jornais, sites e rádios. Sua ideia, que antes havia sido “rejeitada”, o levou a ser conhecido como o “guru dos concursos”.

Depois deste, outro grande sucesso foi o livro "As 25 leis bíblicas do sucesso" (Editora Sextante) que, segundo William, revela os segredos que o levaram a emplacar o título de um dos autores mais lidos do País.

“Eu já tive ateus dizendo que sua vida mudou por causa desse livro. A Bíblia, para ele, já não se torna mais um livro obsoleto. Enquanto isso, existem cristãos que defendem sua fé, mas a Bíblia ainda não impactou ele. Existe alguma coisa errada”, disse William Douglas em sua palestra na CBB 2016, nesta quarta-feira (13) em Santos, litoral paulista.

“A Bíblia é um livro que tem respostas não apenas para a vida espiritual, mas também para a secular”, disse o juiz. “Eu vejo Deus trabalhado em parceria nos milagres. Ele faz alguns e nós fazemos outros. Enquanto no deserto chove maná, do outro lado do lago Deus nos manda pescar.”

Siga-nos

Mais do Guiame