Desembargadora da Justiça visita o programa de rádio da Universal

Desembargadora da Justiça visita o programa de rádio da Universal

Atualizado: Segunda-feira, 16 Maio de 2011 as 11:07

A doutora Jane Silva, Desembargadora e Coordenadora do Projeto Novos Rumos, do tribunal de Justiça de Minas Gerais, foi a convidada do programa Momento do Presidiário, apresentado pelo pastor Celso Araújo, diariamente, das 20h às 21 horas na Rede Aleluia FM 90.7, de Minas Gerais.

“Após conhecer o trabalho que é realizado pela Igreja Universal do Reino de Deus nas cadeias e penitenciárias do estado, fiquei muito curiosa para conhecer também a Igreja e os seus dirigentes que realizam esse trabalho tão importante, que tem ajudado o Projeto Novos Rumos e os familiares dos recuperandos”, comentou a desembargadora.

A história do ex-presidiário, Adilson Resende, de 51 anos (foto ao lado), comprova o empenho da Igreja Universal do Reino de Deus na recuperação de pessoas. Ele é um exemplo de superação, pois durante 16 anos morou nas ruas e teve um passado marcado pelo sofrimento. Aos 11, saiu de casa com o intuito de crescer financeiramente, mas o que encontrou foi o abandono.

Sem teto, acabou tendo as ruas como local de moradia, a companhia dele eram os mendigos e a marginalidade.

Sem direção, acabou se envolvendo com as más companhias, e tornou-se dependente químico. A família bem que tentou procurá-lo, mas a busca foi em vão. O reencontro só aconteceu quando ele completou 27 anos, mas em uma situação constrangedora: ele estava preso.

Foi no presídio que Adilson, teve seu primeiro contato com a Palavra de Deus. Lá ele foi evangelizado, e como presente ganhou uma Bíblia. “Disseram-me que Deus podia mudar a minha vida. Ouvi aquela palavra, e desde então, passei a meditar todas às noites na Bíblia, orava pedindo a Deus forças, e quem sabe um dia ter a minha liberdade”, recorda. Não demorou muito, e Adilson recebeu uma condicional por bom comportamento.

Porém, sem ter onde morar e sem saber nada de sua família, foi morar outra vez nas ruas, mas precisamente, debaixo do viaduto, na Paulo de Frontin, Praça da Bandeira, no Rio de Janeiro. “Fiquei morando ali por dois anos, e mais uma vez fui evangelizado através do jornal Folha Universal, que no ano de 1985, era apenas um folheto”, lembra.

Desse momento em diante, ele passou a frequentar a IURD de São Cristóvão. “Eu ia todos os dias à Igreja, lutava, fazia as correntes para conseguir um emprego. Deus me abriu uma porta, comecei a trabalhar, tive a oportunidade de morar no local de trabalho. Minha vida foi mudando paulatinamente”, relata.

“Meu batismo nas águas aconteceu no dia 1° de maio de 1985. Decidi naquele dia me entregar ao Senhor Jesus. Participei do Força Jovem, mais tarde também passei a evangelizar nos presídios. Falava para todos da transformação que Deus fez na minha vida”, conta.

Adilson Resende conseguiu reencontrar a família, foi levantado a obreiro, depois auxiliar, casou-se e hoje propaga o Evangelho há 20 anos, como pastor da IURD. Ganhou todos seus familiares para o Senhor Jesus, e hoje exerce um trabalho de fundamental importância há seis anos no Centro de Recursos Integrados de Atendimento ao Menor (CRIAM).

Ele percorre as 23 unidades, no Rio de Janeiro, levando a mensagem de salvação por meio do Folha Universal e doando os livros “Nos Passos de Jesus” e “Dose Mais Forte”. Além disso, também realiza trabalhos evangelísticos para as adolescentes do Educandário Santos Dumont, na Ilha do Governador. Essas jovens cumprem medidas sócioeducativas nas instituições do DEGASE. “A direção das unidades nos dão todo apoio, os menores, bem como suas respectivas famílias ficam maravilhadas ao ler os testemunhos das pessoas que como eu, tiveram uma mudança total e completa. Graças a Deus, muitos adolescentes estão tendo suas vidas transformadas”, conclui.

veja também