“Deus está levantando uma igreja que está em missão”, diz Francis Chan no The Send

O pastor diz que neste tempo de pandemia os cristãos devem estar encorajados.

fonte: Guiame

Atualizado: Sábado, 25 Abril de 2020 as 6:15

Francis Chan diz que igreja não pode temer este tempo. (Foto: YouTube)
Francis Chan diz que igreja não pode temer este tempo. (Foto: YouTube)

Autor do livro Louco Amor (Crazy Love), o Pr. Francis Chan foi um dos preletores no The Send Brasil online, que acontece durante 12 horas neste sábado (25).

Chan, que esteve no The Send realizado no Brasil em fevereiro, disse que foi um tempo maravilhoso e que estava “honrado em poder falar com vocês novamente, especialmente durante este momento em que o mundo está uma loucura”.

“Eu nunca amei tanto ser um seguidor de Jesus, mais do que agora”, disse o pastor, que atualmente exerce seu ministério em Hong Kong, na Ásia. “Só de saber que estou seguro nele e de saber que Ele venceu o sepulcro, eu não tenho medo da morte”.

Chan disse que Jesus, por diversas vezes, disse aos discípulos para não temerem, e que devemos ser conforme Cristo descreve no livro de Lucas. “Quando todas essas coisas começarem a acontecer no final dos tempos, levante sua cabeça porque sua redenção está próxima”, lembra.

O pastor diz que se imagina no lugar dos discípulos, diante de Jesus, após sua ressurreição. “Ele diz: ‘Toda autoridade no Céu e na Terra foi dada a mim, agora vá, faça discípulos e eu estarei com vocês’”, declara.

Chan disse que naquela circunstância, se Jesus pedisse a ele que o seguisse e fizesse discípulos, simplesmente ele iria a qualquer lugar com Ele, pois Jesus tinha todo o poder, fez inúmeros milagres, levantou da morte e ainda disse que recebeu “toda autoridade”.

“Então, Ele me chama para segui-lo e fazer discípulo. Eu apenas vou”, disse. “Do que você poderia ter medo, se estivesse ao lado do ressurreto Filho de Deus?”, pergunta.

“É nesse ponto que você olha para o vírus, para a recessão e diz: ‘Isso não pode me afetar, porque Ele me prometeu que se eu o seguisse, confiasse nele e acreditasse nele eu nunca morreria. Eu recebi a vida eterna”, diz.

Chan disse ainda que não apenas isso, mas Jesus prometeu aos seus que, como Sua igreja, que os portões do inferno não prevaleceriam contra ela. “Então, devemos ser essa força incansável indo ao mundo agora, e não encolher de medo como todos os outros. Essa não é a igreja”, lembra.

O pastor diz que a igreja, além de poderosa, é destemida. “Mesmo que não tenhamos todos os nossos edifícios [para congregar], isso não destrói a igreja. Não a igreja verdadeira”, diz.

“E nós, que somos pastores, se perdermos salários, empregos, isso não nos impedirá de pastorear, não os pastores verdadeiros. Continuaremos liderando o povo e equipando as pessoas nas coisas de Deus. E Sua igreja seguirá em frente”, afirma.

Chan diz que “nós somos o Corpo de Cristo, literalmente, o Corpo. Você está dizendo ao Cristo ressurreto que o Corpo dele é destrutível? É como se eu tivesse um diamante e batesse nele com um martelo. O que aconteceria com o diamante? Nada. Mas, se o diamante quebrar, isso prova que não era real”.

O pastor americano diz ainda que é o tempo da provação e que aqueles que resistem são os verdadeiros. “Creio que o Agricultor está cortando os galhos que, segundo ele, são infrutíferos”, diz Chan, citando João 15.

Ele diz que, quando se poda uma árvore, significa que tira os galhos que atrapalham os frutos. “Ele está nos podando, nos limpando bem agora. Eu espero que você esteja andando com tamanha pureza diante de Deus neste tempo. Esta é agora que você deve seja que ele te limpe para dar mais frutos”, aconselhou.

Chan disse que a mesma cautela que as pessoas estão tendo contra o vírus, para não terem a mínima chance de se contaminarem, devem ter em relação ao pecado. Eles devem dizer: “Deus não quero a mínima chance quero segui-lo agora mesmo. Eu não quero nenhum medo, não quero luxúria, não quero as coisas do mundo. Eu só quero intimidade contigo e segui-lo nessa jornada”.

Ele termina seu período no The Send Brasil online pedido à igreja que não tenha medo. “Estamos em tempos malucos agora, mas eu e você fomos feitos para isso. A Bíblia diz que Deus nos criou para um tempo como este. Nós somos chamados para algo. Estamos prontos para seguir nosso Cristo em qualquer lugar”.

“O Senhor está levantando uma geração, uma igreja que é resiliente e está verdadeiramente em missão. E eu estou muito feliz por estar servindo neste tempo. Não vamos deixar que nenhum dos ataques do inimigo nos intimide”, finalizou.

 

 

 

 

 

 

veja também