“Deus não quer só te levar para o céu, mas quer mudar a Terra através de você”, diz pastor

O pastor Joel Engel faz uma reflexão sobre a expressão do amor de Deus em um mundo caído.

fonte: Guiame, Luana Novaes

Atualizado: Quinta-feira, 3 Setembro de 2020 as 2:48

Criança estende a mão para receber comida em Nova Delhi, na Índia. (Foto: AP/Manish Swarup)
Criança estende a mão para receber comida em Nova Delhi, na Índia. (Foto: AP/Manish Swarup)

Em momentos de grandes sofrimentos ou perdas, muitos perguntam: Se Deus é bom, por que permite certas coisas aconteçam? Onde Deus está nisso? Em culto transmitido na última terça-feira (1), o pastor Joel Engel fez uma reflexão sobre a expressão do amor de Deus, apesar das circunstâncias.

Engel explica que uma forma de discernir o que é de Deus e o que não, é observando os frutos de bondade. “Há uma verdade na Bíblia que poucas pessoas percebem: quem é bom faz o bem”, disse.

“Há pessoas que podem pregar toda a Bíblia, podem levar o título de pastor, apóstolo ou papa, mas se elas não são boas por dentro, não podem fazer o bem lá fora”, destaca Engel. “Se nós temos Deus, vamos expressar Deus, independente do que está lá fora”.

O pastor também lembra que tudo o que Deus criou é uma expressão do amor Dele. “Tudo o que vemos ao nosso redor é uma revelação daquilo que Ele é. Mas a essência de Deus ninguém pode explicar. Ele é tão grande que não cabe dentro da palavra infinito”, afirma.

“Houve uma grande explosão, houve um Big Bang, mas o que explodiu foi o amor do Pai”, diz Engel sobre o princípio da criação de Deus. “O amor só é amor quando dá. O amor sai para fora, o amor é movimento”.

O que você expressa para o mundo?

O pastor lembra que, desde a criação, o projeto de Deus para o homem é que ele seja a manifestação de sua imagem. “Em seis dias, Deus criou tudo o que existe para expressar seu amor pelo homem. E quando criou o homem e a mulher, Ele disse: ‘Vocês têm a minha imagem e semelhança. Vocês serão a minha expressão na Terra’”.

Por isso, usando uma garrafa vazia, o pastor ilustrou que fomos criados como recipientes prontos para sermos cheios de Deus. “Todas as pessoas, sejam católicos, judeus ou muçulmanos, têm dentro delas uma partícula de Deus. Mas é você quem decide se a partícula vai multiplicar ou apagar”, explica.

Engel faz então um alerta: “A grande maioria do povo evangélico quer ir para o céu, mas não se importa em ter uma vida medíocre na Terra. Não preciso me esforçar para fazer o bem, o importante é que eu seja salvo, nem que seja pelo gongo. Muitos crentes querem fazer tudo o que dá na cabeça, mas não se preocupam em fazer o bem. E sem fazer o bem, não há como manifestar a Deus”.

Para manifestar Deus, é preciso manifestar bondade. E para ser bom, é preciso ser preenchido por Deus, segundo Engel. “Nós precisamos ser cheios de Deus”, destaca.

“É muito bom sermos movidos pelo desejo de ir para o céu, mas um dos propósitos de Deus é que possamos fazer a diferença na Terra”, afirma Engel. 

“Para que Deus venha morar na Terra e venha fazer dela sua morada, Ele quer que venhamos prepará-la”, o pastor acrescenta. “Podemos preparar a Terra mostrando Deus às pessoas. E como podemos mostrar Deus às pessoas? Amando o próximo, perdoando o que nos ofende, ajudando os necessitados, adotando os órfãos. Essas são formas de expressar a bondade de Deus”.

Veja a pregação completa:

veja também