“Deus tem despertado o coração de muita gente”, diz Luciano Subirá no The Send

Pastor diz que cooperação é necessária para que pessoas sejam alcançadas pelo Evangelho.

Atualizado: Sábado, 25 Abril de 2020 as 4

Pr. Luciano Subirá, da Comunidade Alcance, no The Send online. (Foto: YouTube)
Pr. Luciano Subirá, da Comunidade Alcance, no The Send online. (Foto: YouTube)

Em sua participação no The Send online, o Pr. Luciano Subirá, disse que Deus tem trazido despertamento ao coração de muita gente para entender a perspectiva do envio e a nossa missão de levar o Evangelho e de tocarmos as pessoas.

Líder da Comunidade Alcance, em Curitiba, Subirá também disse que há uma responsabilidade direta nisso, mas também deve haver retaguarda, apoio e suporte para aqueles que estão fazendo esta missão.

Citando o verso 5 da terceira carta de João, endereçada a Gaio, Subirá diz que a verdade do Evangelho estava sendo pregada, que nem todos tinham a mesma disposição ou chamado para irem, entrar em novos campos pregando o Evangelho, mas precisavam de pontos de apoio durante o percurso.

“Essas pessoas se tornavam cooperadores”, diz Subirá, explicando que o termo significa “alguém que opera juntamente com”.

“Nós precisamos entender que nem todos estaremos na linha de frente missionária, em lugares remotos e difíceis, mas há pessoas que Deus tem levantado para fazer esse tipo de trabalho. O The Send tem se proposto neste formato online a dirigir esta oferta de uma maneira especial ao campo de trabalho da missionária Heide Backer”, disse.

Além do suporte por meio de Bíblias e alimentos, Subirá disse que o trabalho da missionária precisa de fortalecimento e que “precisamos entender a oportunidade que nos é dada de sermos cooperadores do Evangelho”.

“Aqueles que estão dando suporte aos que estão na linha de frente, senha com a retaguarda de oração, seja com ofertas, estão operando juntamente com, estão participando juntamente do mesmo galardão e recompensa dos que estão na linha de frente fazendo a diferença”, explicou o pastor.

Referindo-se à pandemia, Subirá disse que uma crise como a que estamos enfrentando não define a nossa prática de princípios, porque os princípios Bíblicos são permanentes, são eternos, são imutáveis, são atemporais. Eles não são circunstanciais”, disse.

“Não se trata apenas de suprir a necessidade de alimento, mas significa fortalecer a proclamação do Evangelho que mostra o amor e o zelo pelo ser completo”, explica.

Subira finalizou sua participação dizendo que “se há algo que podemos fazer nesse tempo de necessidade, é não deixar de praticar justamente o princípio do dar”.

veja também