"Deus tirou o cisto que homem nenhum poderia tirar" diz fiel de Ap.Valdemiro Santiago

"Deus tirou o cisto que homem nenhum poderia tirar" diz fiel de Ap.Valdemiro Santiago

Atualizado: Quinta-feira, 20 Janeiro de 2011 as 10:32

A pequena Mayara Santos Carnaum, de nove anos, estava condenada pela medicina.

Acometida de um cisto na parte interior do crânio, considerado irremovível, Mayara tinha poucos meses de vida. “Os médicos em que a levamos deram sempre o mesmo laudo, que minha filha morreria e que o cisto era impossível de operar, que o lugar onde o cisto estava ficava por dentro do crânio, no osso, encoberto pelo cérebro, onde uma cirurgia a mataria”, conta a mãe de Mayara, Celide Sinfônio Santos, de 38 anos.

“Os médicos realizavam acompanhamento, mas ela não podia fazer nem mesmo os tratamentos normais, porque o cisto poderia reagir a eles e se expandir. Eu chorava muito, porque a minha filha estava condenada. Ela passou dois anos tratando com remédios faixa preta para combater a dor de cabeça e outros sintomas do cisto, que a afetavam muito”.

A história de Mayara mudou quando a tia, Sueli, chamou a atenção da mãe, Celide, para o programa da Igreja Mundial do Poder de Deus. “Passei a ver, sem acreditar muito no começo”, diz Celide, “mas depois decidi vir pessoalmente, vi e me dediquei desde então a fazer parte deste ministério. Eu trouxe Mayara para sede, o Templo dos Milagres, peguei uma toalhinha Sê Tu Uma Benção e levei comigo.

Pedi um novo exame para Mayara depois dela receber oração aqui na igreja e quando chegou a hora dela ir para o exame, coloquei a toalhinha por dentro da roupa dela. Ela fez os exames e não tinha mais nada, Deus tirou o cisto que homem nenhum poderia tirar”.  

veja também