Dia Mundial de Prevenção da Gravidez na Adolescência: boa oportunidade para ministrar sobre sexo nas igrejas

Dia Mundial de Prevenção da Gravidez na Adolescência: boa oportunidade para ministrar sobre sexo nas igrejas

Atualizado: Sexta-feira, 26 Setembro de 2008 as 12

26 de setembro é o Dia  Mundial de Prevenção da Gravidez na Adolescência. A comemoração acontece em mais de 70 países da Europa, Ásia e América Latina e a campanha é realizada pela agência global de saúde reprodutiva e sexual, Marie Stopes International (MSI), o Centro Latino-americano de Saúde da Mulher (CELSAM) e a Federação Internacional de Ginecologia Infantil e Juvenil (FIGIJ) com apoio mundial da Bayer Schering Pharma. No Brasil, a ação é representada pela FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e pelo Canal Futura (Fundação Roberto Marinho).

Dados do Ministério da Saúde mostram que pelo menos uma em cada quatro mulheres que dão à luz no Brasil tem menos de 19 anos. Enquanto, governo, empresas e organizações seculares promovem campanhas de conscientização, difundem informações sobre os métodos contraceptivos e distribuem camisinhas, o que a igreja tem feito ? "A gravidez na adolescência pode ser um sonho antecipado, um sonho que se tornou um pesadelo. Ela afeta não somente a menina grávida, mas a criança que vem, o seu progenitor, assim como as famílias envolvidas. Afeta também a comunidade em geral, como hospitais, instituições, ou seja,  afeta direta e indiretamente a todos", analisa o Pr. Wanderley Rangel Filho, fundador do PAVI - Preparando o Adolescente Para a Vida.

Ministério interdenominacional, o PAVI atua, desde 1989, promovendo cursos para líderes, palestras para pais e eventos específicos para adolescentes. Com distriuição de folhetos sobre abstinência sexual e a exibição do filme "Sem Desculpas", o professor Wanderley Rangel Filho, que além de pastor também é psicólogo, promove encontros de conscientização, onde os adolescentes falam sobre sexualidade e são orientados, à luz da Bíblia, sobre a forma correta de agir: sexo só depois do casamento.

Gravidez e Aborto para adolescentes cristãos

"Mais do que colocar nas mãos da garotada preservativos-camisinhas, precisamos colocar nas suas mãos uma nova proposta de gravidez e aborto", diz Rangel Filho. "O adolescente precisa se engravidar de projetos, projetos de vida, projetos de valores, abortando estes valores imediatistas, descartáveis, apenas sexo pelo sexo, com seu iniciante o 'ficar'", propõe. "O desafio é ajudar o adolescente a engravidar da idéia de que é possível esperar até o casamento para se relacionar sexualmente com  quem ama e porque quem é amadao. Afinal, ele não é um animal irracional, ele tem inteligência e pode escolher. Abortar a enganosa idéia de que usando camisinha estará protegido. Apenas pode proteger uma gravidez ou doença sexualmente transmissível (mas não é 100% garantido). Preservativo nenhum o protege de conflitos emocionais e espirituais. É... Não existe preservativo para a alma e para o coração!".

Wanderly Rangel conclama: "Adolescentes, vamos engravidar de uma vida consciente, conseqüente, bonita e saudável! Não pulando etapas da vida, cada momento no seu tempo. Vamos abortar a idéia da inconseqüência, da alienação. Vamos engravidar e gerar um futuro de esperança. Esperança esta que se baseia em obedecer a Palavra de Deus, Palavra que traz liberdade e vida, vida total!".

veja também