"Dose mais forte" realiza palestra em combate às drogas na Fundação Casa

"Dose mais forte" realiza palestra em combate às drogas na Fundação Casa

Atualizado: Quinta-feira, 19 Agosto de 2010 as 9:40

A Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Casa) é um órgão aplicador de medidas aos menores infratores do Estado de São Paulo e conta com 57 unidades que abrigam mais de mil internos cumprindo medidas.

Uma pesquisa realizada em 2006 pelo órgão revelou que 79% dos adolescentes internados usavam maconha antes de serem presos, 46% experimentaram cocaína e 18% deles utilizaram o crack.

Para evitar que ao término da medida eles voltem a se envolver com drogas e, consequentemente, retornem a criminalidade, a equipe de voluntários da Igreja Universal do Reino de Deus “Dose mais forte”, realizou uma palestra na primeira semana do mês de agosto, na Unidade de Ferraz de Vasconcelos, região metropolitana da capital paulista, para alertar sobre os malefícios causados pelos entorpecentes.

Os jovens e familiares presentes acompanharam as orientações dadas pela palestrante especializada em prevenção de drogas pelo Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc), Marta Alves, que ressaltou a importância do apoio familiar na luta contra as drogas e também na escolha das amizades. “Muitas vezes a família se desespera ao descobrir que tem um dependente em casa e deixa de ser a base de apoio para resgatá-lo do vício. Durante a palestra nós orientamos os pais a observarem as mudanças de comportamento dos filhos e também alertamos aos jovens sobre o impacto que a droga causa na saúde, como por exemplo, impotência, falta de memória, falência de órgãos e até overdose”, explica.

Para completar a palestra, o ex-dependente químico e atual voluntário do “Dose mais forte”, Amauri Figueiredo dos Santos, de 36 anos, contou a história de sua vida levando esperança aos internos, mostrando que, por meio da fé em Deus, é possível apagar o passado de crime e recomeçar. Ele disse que foi viciado em cocaína e crack por 10 anos e chegou a ser traficante e vendedor de armas: “Eu buscava nas drogas a paz e o alívio espiritual que somente o Senhor Jesus pode dar.”

O Coordenador Estadual de Evangelização nas Unidades da Fundação Casa e pastor, Geraldo Vilhena, orou por todos e, ao final do encontro, distribuiu aos pais e aos jovens cartilhas explicativas fornecida pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas.  

veja também