Dr. Jim Garlow diz que a verdade da Bíblia é a chave para se renovar os EUA

Dr. Jim Garlow diz que a verdade da Bíblia é a chave para se renovar os EUA

Atualizado: Quinta-feira, 9 Junho de 2011 as 10:58

O Dr. Jim Garlow, que é pastor evangélico, disse a uma multidão de conservadores de várias religiões e denominações que os Estados Unidos estão sofrendo de um câncer espiritual que requer sacrifício enorme e uma volta às verdades contidas na Bíblia para que possamos vencer.

Garlow, pastor presidente da Igreja Wesleyana Skyline de San Diego, revelou na sexta-feira na conferência da Coalizão de Fé e Liberdade na capital dos EUA que ele estava falando a eles porque a esposa dele havia insistido. Ele falou com tanta emoção e sofrimento que suas palavras mal saíam dos lábios quando disse para as centenas de participantes que ele e sua esposa haviam acabado de descobrir que ela está numa fase muito avançada de câncer agressivo.

“A fim de ajudarmos nosso país a ter um fim feliz, vamos ter de passar por tempos muito difíceis”, disse Garlow. Ele assemelhou os sacrifícios que os americanos devem fazer para restaurar seu país às dificuldades da quimioterapia e radiação no corpo humano. “No fim de 2012, quero poder dizer que minha esposa está ainda viva e também que meu país está ainda vivo”, disse ele.

Garlow culpou o Congresso dos EUA pela já estratosférica divida nacional (14,3 trilhões de dólares). Ele também disse que o Congresso está roubando das crianças americanas seu futuro ao acumular uma divida que poderá se tornar impossível de se pagar.

“Eles têm falta da verdade bíblica”, disse Garlow, acrescentando que a luta em Washington não é “direita versus esquerda, mas certo versus errado”.

Ele também condenou o presidente Barack Obama em sua omissão de não defender o casamento em favor do “casamento” de mesmo sexo. Ele disse que o “casamento” gay priva as crianças deliberadamente de seu direito de ter um pai e uma mãe — uma violação do mandamento “Não furtarás”.

Garlow teve um envolvimento muito forte em iniciativas para unificar pastores para se opor ao “casamento” de mesmo sexo na Califórnia. Ele fundou a Equipe Pastoral de Resposta Rápida, que coordenou com vários milhares de pastores no estado para apoiarem a definição natural do casamento como a união de um homem e uma mulher na Proposta 8.

“Estou falando sobre questões bíblicas que têm ramificações políticas”, disse Garlow, que também elogiou o Fundo de Defesa Aliança, uma organização de defesa dos direitos dos cidadãos, por desafiar os pastores a gravar pregações ousadas e enviá-las aos fiscais do governo como sinal de que eles não deixarão nenhuma intimidação estatal impedi-los de expressar suas convicções publicamente.

Garlow acrescentou que se os pastores “não assumirem uma postura firme na verdade bíblica” com relação ao aborto, ao casamento e ao afundamento dos EUA em dívidas, ele recomendou que os membros saíssem dessas igrejas e “procurassem outras igrejas”.

Ele disse que nossa época exige a coragem do tipo do “regimento militar” de pastores que incitaram os cidadãos americanos em suas igrejas a defenderem sua liberdade, Cristianismo e direitos na Guerra pela Independência dos Estados Unidos.  

veja também