Dramaturgo magnata se dedica a unir e apoiar cristãos da Ásia na Grã-Bretanha

Dramaturgo magnata se dedica a unir e apoiar cristãos da Ásia na Grã-Bretanha

Atualizado: Terça-feira, 19 Outubro de 2010 as 8:44

Você já ouviu falar sobre um escritor de comédia que virou magnata imobiliário e hoje tem como maior objetivo unir e apoiar os cristãos nascidos no sul da Ásia que moram na Grã-Bretanha? Manoj Raithatha está fazendo exatamente isso. Atualmente, ele promove a unidade entre os estimados 75 mil cristãos asiáticos no sul da Grã-Bretanha. Estes cristãos são oriundos de oito países, cada um com seu próprio conjunto de costumes, cultura, língua e dialeto.

Manoj, de 38 anos, diz que foi a quase morte de seu filho Ishaan, quando ainda bebê, que o levou a Cristo. Esta conversão, em seguida, levou-o a seu papel atual como Coordenador Nacional do recém-formado Fórum da Aliança Evangélica do Sul da Ásia. Este Fórum foi formado no início deste ano pela Aliança Evangélica com o propósito de unir e apoiar os cristãos, originalmente do Afeganistão, Bangladesh, Butão, Índia, Maldivas, Nepal, Paquistão e Sri Lanka, que estão vivendo agora na Grã-Bretanha.

Manoj se destacou como escritor ao criar uma série de TV com base em uma família indiana que vivia em Harrow. Seu primeiro trabalho já ganhou prêmio no Festival de Edimburgo, e ele foi contratado para turnê em cinemas do Reino Unido.  Embora Manoj fosse respeitado como dramaturgo, ele diz que não lhe pagavam bem o suficiente nem para comprar uma pequena casa em uma parte menos glamorosa do bairro londrino de Wandsworth, então decidiu especular propriedades.  Logo ele negociou uma das maiores ofertas residenciais do Reino Unido, através da compra de Clarence House, em Leeds. E, assim como em Leeds, Manoj esvaziou as prateleiras em Londres, Sheffield e Bradford, onde ele comprou e vendeu um bloco de 140 apartamentos perto do centro da cidade.

Milagrosamente os negócios de Manoj sobreviveram à recessão, embora ele não tivesse mais o sucesso de outrora. Finalmente, foi a conversão do Manoj ao cristianismo em 2008, o seu maior ponto de viragem.  Ele recorda: "Meu filho de dois anos foi levado ao Hospital St. Thomas, em Londres, com problemas respiratórios graves. Tendo sido entubado, amigos cristãos promoveram uma vigília de oração. Após cinco dias na unidade de terapia intensiva, meu filho, de repente fugiu de lá dando um pulo da cama. Milagrosamente ele foi curado.”

Poucos dias depois, Manoj e sua esposa Maria visitaram uma igreja local em gratidão a Deus e aos amigos intecessores. Eles continuaram a participar dos cultos e começaram a considerar a Palavra de Jesus Cristo. Dentro de semanas, o casal entregou suas vidas a Cristo e assim se juntaram à Igreja Soul Survivor em Watford.

Manoj diz: "Foi pela graça e amor de Deus que o meu filho sobrevive e é também pela graça de Deus que eu tenho dado uma direção totalmente nova na vida. "Atualmente ele está estudando teologia em Londres para complementar o seu papel no trabalho de edificação aos cristãos asiáticos na Grã-Bretanha.

Em seu novo papel, Manoj espera reunir indivíduos, bem como as igrejas com congregações de maioria asiática, para que eles possam representar de forma mais eficaz às suas preocupações ao governo e à mídia, e também encorajar e apoiar uns aos outros, como parte de uma igreja nacional.

Manoj diz: "Meu foco principal era ganhar dinheiro e ter sucesso nos negócios. Hoje em dia, a minha maior ambição é reunir  e apoiar companheiros fiéis do Sul da Ásia ."

Ram Gidoomal, Presidente da Direcção do grupo SAF's, comentou: "Por muito tempo os cristãos do sul da Ásia não tiveram uma voz. Mas, com a nomeação de Manoj, podemos olhar para a frente a promover uma maior unidade entre as igrejas e representação para a comunidade em geral. “

Steve Clifford, diretor-geral da Aliança Evangélica, acrescenta: "Essa nomeação reflete o nosso compromisso de apoiar os crentes de todas as origens."

veja também