Durante coletiva de imprensa, Marcos Witt conta os objetivos e o perfil de cantores para o Canzion no Brasil

Durante coletiva de imprensa, Marcos Witt conta os objetivos e o perfil de cantores para o Canzion no Brasil

Atualizado: Segunda-feira, 28 Julho de 2008 as 12

Da Redação

Conhecido por seus cânticos  como "Renova-me", "Acende uma luz", que marcaram época na história das igrejas evangélicas no Brasil, o pastor Marcos Witt esteve em São Paulo para o lançamento do selo Canzion Produções. Witt concedeu uma entrevista coletiva, na tarde de 25 de julho, na Comunidade da Graça, e falou aos jornalistas sobre os objetivos e o propósito desse lançamento.

Por que o Canzion no Brasil?

"Um mover de Deus é sempre acompanhado em uma nova música. Tenho acompanhado o mover de Deus no Brasil

pessoalmente. Conheci muitos salmistas brasileiros nos últimos anos, como Ana Paula Valadão, Pr. Massao [Suguihara], David Quilan, Ronaldo Bezerra. Eu vejo o que Deus tem dado, um som especial ao Brasil, que precisa ser ouvido pelo resto do mundo."

O estilo das canções e dos cantores

"Não estamos buscando estilos, mas queremos apoiar pessoas que tenham um ministério especial para vidas.  Queremos salmistas que Deus quer usar.

Um novo amanhecer na música cristã

"A cada dia acordamos com novas misericórdias. Com mover novo, precisamos nos lembrar que todos os dias há um novo amanhecer, e que Deus canta cânticos novos todos os dias, nossa tarefa é escutar as músicas de Deus e transmitir a outras pessoas."

Quem são as salmistas?

"O salmista é aquele que entende qual a totalidade do dom que ele tem na música, que a unção da música rompe cadeias, destrói potestades. Devem saber que sua música é teologicamente saudável, e que sua integridade pessoal faz parte de seu ministério. Meu desejo é que Deus nos mande cada vez mais salmistas. Eles adoram e ensinam a Palavra através das músicas e vidas são mudadas. Precisamos de músicas que toquem corações."

Foto: Getúlio Camargo

Leia também: Marcos Witt lança o selo Canzion no Brasil

veja também