E-book: O perfeito caminho de Deus

E-book: O perfeito caminho de Deus

Atualizado: Segunda-feira, 25 Abril de 2011 as 8:02

Saulo de Tarso, outrora perseguidor dos cristãos, teve o nome mudado pelo Senhor e passou a ser chamado de Paulo e ser conhecido por Apóstolo Paulo. Ele sentia muito ódio e perseguia àqueles que identificavam como “os do Caminho”, a ponto de matá-los, conforme o relato descrito em Atos, capitulo 9, a partir do verso 1: “Saulo, respirando ainda ameaças e morte contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote e pediu-lhe cartas para as sinagogas de Damasco, a fim de que, caso achasse alguns que era do Caminho, assim homens como mulheres, os levassem presos para Jerusalém”.

A Bíblia 6 Nova Tradução da Linguagem de Hoje (NTLH) apresenta a seguinte versão para este texto:“Enquanto isso, Saulo não parava de ameaçar de morte aos seguidores do Senhor Jesus. Ele foi falar com o Grande Sacerdote e pediu cartas de apresentação para as sinagogas da cidade de Damasco. Com esses documentos Saulo poderia prender e levar para Jerusalém os seguidores do Caminho do Senhor que moravam ali, tanto os homens como as mulheres”.

O testemunho de vida dos seguidores de Jesus não deixava dúvidas, eles eram do Senhor. E como tais, viviam de uma forma diferente chamando a atenção dos que viviam próximo a eles. O então, Apóstolo Paulo passou a entender na prática essa realidade. Ele compreendeu que o caminho que escolhera para viver não era o que Deus tinha para ele, portanto não era o melhor para a própria vida. Muito além disso, o caminho de Deus para Paulo reservava muito mais do que ele poderia pensar ou imaginar

Clique aqui para ler

veja também