É hora de abandonar os benefícios

É hora de abandonar os benefícios

Atualizado: Sexta-feira, 21 Junho de 2013 as 8:49

protestoMahatma Gandhi liderou a Índia em sua emancipação da colonizadora Inglaterra. Era um pacifista e não aceitava a violência como forma de protesto. Também não aceitava se aliar a quem quer que fosse em nome de uma causa mais nobre, para ele, o fim não justificam os meios. Dois eventos demonstram isso. Ele dizia que se os indianos queriam se ver livres da Inglaterra, deveriam resistir não somente à sua opressão, mas também aos seus benefícios, por isso, como ato de protesto, decidiu que não mais se vestiria com a roupa manufaturada na Inglaterra e passou a tecer seu próprio manto.
 
Imagina quando pararmos de consumir os produtos que hoje em dia contam com algum tipo de trabalho escravo, infantil ou qualquer forma de exploração em sua cadeia produtiva! 
 
E fez mais, convidado a se unir aos políticos indianos que pretendiam o poder, após a retirada da Inglaterra, ele disse que de nada adiantaria tirar a Índia das mãos dos ingleses e coloca-la nas mãos dos corruptos líderes indianos.
 
Bem diferente de gente que acha que a corrupção e a aliança com bandidos são justificadas em nome de causas populares.
 
Quando nosso boicote atingir o nosso conforto e os benefícios de nossas alianças, então poderemos levar à sério o movimento de mudança.
 
 
 
- Alexandre Robles
 

veja também