É possível encontrar ouro no lixo

É possível encontrar ouro no lixo

Atualizado: Quarta-feira, 24 Outubro de 2012 as 1:07

lixo - lixãoUm homem, chamado William Rathje, gosta muito de lixo. Este pesquisador, que mora nos Estados Unidos, possui a convicção de que somos capazes de aprender muito com o lixo.
 
Ele faz pesquisas, analisa o comportamento humano, a rotina das famílias, o estilo de vestir das pessoas, marcos históricos em jornais, enfim Rathje afirma que é possível encontrar ouro no lixo; depende dos olhos que quem vê!
 
No começo do seu ministério, Jesus falou sobre nossa visão: “A candeia (lâmpada) do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos foram bons, todo o teu corpo terá luz. Se, porém, os teus olhos foram maus, o teu corpo será tenebroso.” (Mt 6.22,23)
 
Em outras palavras, o modo como olhamos para a vida determina como a vivemos. Jesus foi o modelo disso!
 
O texto de Mateus 26. 46-56 nos mostra uma cena na qual jogaram muito lixo sobre Jesus. Exceto Cristo, nenhuma das pessoas presentes teve uma atitude boa: a multidão e os soldados estavam afoitos para prender Jesus, sem ele ter culpa de nada; Judas o traiu; Pedro cortou a orelha do soldado; os discípulos fugiram; se buscarmos na cena um grama de caráter não encontraremos. O que vamos encontrar é o produto do acúmulo do engano e da traição. Nunca uma quantidade tão grande de lixo foi jogada em alguém.
 
A multidão que acompanhava e via quem Jesus era se calou, entretanto, podemos até compreender, pois não eram íntimos dele. Mas os discípulos, que o conheciam bem, defenderam Jesus? Não. Judas não foi o único vira-casaca, Mateus foi honesto em dizer: “Então todos os discípulos, deixando-o, fugiram (26.56).
 
Mt 26.35 diz: “Disse-lhe Pedro: Ainda que me seja necessário morrer contigo, não te negarei. E todos os discípulos disseram o mesmo”. Todos garantiram a sua lealdade a Jesus, contudo todos correram.
 
Quanto clamor Jesus fez ao Pai: “Meu Pai, se é possível, passa de mim este cálice, todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres”.(26.39) Jesus chorou,  suou gotas de sangue, estava agonizando…
 
Do ponto de vista humano, o mundo de Jesus estava em crise, um verdadeiro colapso, nenhuma resposta do céu, nenhuma ajuda das pessoas, nenhuma lealdade dos seus amigos.
 
Quantas vezes eu e você não vivenciamos algo semelhante? Quantos sacos de lixos são jogados em nós? Traição, infidelidade, decepção, palavras maldosas, mentiras, acusações, solidão, sonhos frustrados; quantas orações não respondidas? Quantas vezes ficamos presos ao medo, desânimo, depressão, traumas do passado, mágoas e inimizades?
 
É tanto lixo, que começa a nos paralisar, não temos mais vontade de ir à igreja, orar, ler a Bíblia, não temos mais vontade de viver.
 
Deus tem uma palavra para nós: “mesmo que você esteja no vale da sombra da morte, Eu estou com você! Há razão para ter esperança! É impossível aos teus olhos, mas Eu posso mudar o rumo da sua vida!”
 
O que vamos fazer com o lixo da falta de perdão, viver uma vida toda acumulando sacos de inimizades, de mágoas, de depressão, de tristeza?
 
Você pode escondê-lo, ajustar por debaixo do vestido, disfarçar, pintar de verde e deixar como uma flor; mas eu e você sabemos que ele está lá e mais cedo ou mais tarde exalará mau cheiro.
 
Mesmo em meio toda aquela cena, Jesus enxergou uma razão para ter esperança. E nele, encontramos um exemplo para seguir.
 
Ele encontrou coisas boas em meio a tantas coisas ruins. Após ser beijado por Judas, Jesus disse: Amigo, a que vieste? (Mt 26.50). Judas, aquele que o traiu por 30 moedas de prata (preço pago a escravos), pois bem, Jesus o chamou de amigo. Sabemos do caráter de Cristo, ele jamais falaria isso por falsidade, ironia ou coisa qualquer, se o chamou de amigo, é porque realmente o considerava amigo.
 
Mesmo que todos os discípulos o deixaram, Jesus também encontrou algo de bom para que morresse por eles!
 
Mesmo eu e você traindo Jesus, negando-o com nossas palavras e ações, fugindo do seu amor, escondendo o nosso pecado, ele encontrou algo bom em nós para morrer por nós. Ele verdadeiramente morreu de amores por mim e por você!
 
Em meio a podridão da humanidade, ele encontrou algo bom! Então, o que iremos fazer com as situações difíceis da nossa vida? Deixar que elas nos matem ou encontrar algo bom?
 
Deus nunca prometeu nos tirar das lutas, mas ele prometeu estar conosco e mudar nossa maneira de encará-las.
 
Mas nós podemos questionar: Jesus era Deus, ele era capaz de ver o invisível, o coração, nós não somos como Ele!
 
Pois bem, Deus é capaz de corrigir nossa visão: Deus permitiu que Balaão enxergasse o anjo, que Eliseu enxergasse o exército, que Jacó enxergasse a escada, e que Saul enxergasse o Salvador. Fez muitos cegos voltarem a ver. Ele fez o impossível acontecer.
 
Ele também pode fazer com que eu e você tenhamos uma visão diferente das coisas….encontrando ouro em lixo….depende de quem vê!
 
Alegrai-vos da esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração. (Rm 12:12)
 
 
por Danubia Guarnieri

veja também